Artes visuais

Eduardo Haesbaert revela trabalhos inéditos na mostra "Remove", com abertura nesta quinta-feira, no Paço

Na mesma noite, sede da prefeitura da Capital será cenário de uma performance com 10 bailarinos

02/08/2017 - 17h00min | Atualizada em 02/08/2017 - 17h00min
Eduardo Haesbaert revela trabalhos inéditos na mostra "Remove", com abertura nesta quinta-feira, no Paço André Feltes/Especial
Haesbaert entre as obras "Tubo de Ensaio" (à esquerda) e "Escora", ambas de 2017 Foto: André Feltes / Especial  

O artista Eduardo Haesbaert cola fitas adesivas em um grande papel, delimitando áreas a serem preenchidas com pastel seco. Espalha o pigmento com a mão, usando tanta força que a cor preta mistura-se ao suor e fica impregnada no papel. Depois, retira as fitas, provocando rasgos. Este é o processo utilizado nos quatro trabalhos inéditos que o artista apresenta na exposição Remove, com abertura nesta quinta-feira na Sala da Fonte do Paço dos Açorianos. 

Leia mais:
Instituto Goethe inaugura exposição de Bruno Tamboreno e Gilberto Tomé nesta quinta-feira
Gelson Radaelli apresenta nova série de pinturas no Margs
MAC-RS convida 24 artistas para homenagear centenário da "Fonte" 
Mestres da gravura estão em nova exposição do Margs
Outras notícias de artes visuais 

Segundo Haesbaert, as obras são algo entre desenhos e pinturas, mas a inspiração é a gravura, técnica com a qual convive há décadas. Foi assistente do artista Iberê Camargo e hoje coordena o ateliê de gravura e o acervo da Fundação Iberê Camargo.

– De tanto observar a gravura, acabo utilizando ela no trabalho que faço hoje. Quando retiro a fita, ela rasga áreas, e, como na gravura, temos a remoção de uma imagem para outro lugar. Também ao esfregar o pigmento, quanto maior a pressão, mais coisas serão removidas. 

Para demonstrar esse processo ao público, o artista fez uma intervenção na Sala da Fonte: passou o pigmento preto no painel que funciona como parede do local e sobre ele colou um papel também pintado de preto, como se estivesse fazendo uma cópia da matriz – a área pintada na parede, neste caso. Ainda deixou vestígios, como fitas e restos de pastel seco, para reproduzir o clima de ateliê.

Foto: André Feltes / Especial

Nas obras em exibição, o artista criou lugares vazios e misteriosos a partir de elementos arquitetônicos e do uso da perspectiva. Depois preencheu as formas com camadas densas de pigmento preto. Com exceção de raros toques de vermelho, os trabalhos utilizam apenas o preto e o branco, que também fazem referência ao jogo de negativo/positivo da gravura. 

– Eu gosto que o branco do papel se confunda com a parede atrás. Já o preto cria essa sensação de profundidade, parece atravessar as paredes – compara Haesbaert. 

Além da vernissagem, o prédio da prefeitura de Porto Alegre receberá na noite de quinta outras duas atividades. Às 18h30min, está marcada a oficina Encontro Mão Negra: Bordando Adinkras, dentro da programação paralela da mostra Mar Negro, da artista Patrícia Francisco e Povo do Cativeiro. Às 19h30min, 10 bailarinos do Grupo Experimental de Dança de Porto Alegre fazem uma performance junto às esculturas da Pinacoteca Aldo Locatelli que estão na exposição permanente no Porão do Paço.

Exposição "remove" e outras atividades de hoje no paço dos açorianos
Abertura nesta quinta-feira (04/08), às 18h.
Paço dos Açorianos (Praça Montevidéu, 10), no Centro Histórico, em Porto Alegre.
A visitação começa na sexta-feira e vai até 15 de setembro (de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 13h30min às 18h). Entrada franca. Informações pelo e-mail acervo@smc.prefpoa.com.br ou (51) 3289-3735. 

Além da vernissagem, noite terá duas atrações:
18h30min –
Oficina Encontro Mão Negra: Bordando Adinkras (programação paralela da mostra Mar Negro, de Patrícia Francisco e Povo do Cativeiro). 19h30min – Roda, performance do Grupo Experimental de Dança de Porto Alegre junto às esculturas do Porão do Paço.

Foto: André Feltes / Especial


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.