Árvores da vida

Árvore ou chama: com escultura, artista provoca diferentes interpretações

Obra de Tiago Tenius está situada na Zona Sul de Porto Alegre

11/01/2012 | 06h20
Árvore ou chama: com escultura, artista provoca diferentes interpretações  Tárlis Schneider/Agencia RBS
O designer Tiago Tenius é autor da obra Árvore da Vida, instalada na Zona Sul de Porto Alegre Foto: Tárlis Schneider / Agencia RBS

Expressante. Com essa palavra, o designer Tiago Tenius classificou a escultura que criou para o projeto Artemosfera. A obra, nomeada pelo artista Árvores da Vida, está localizada na rótula posterior à Avenida Taquary, na Zona Sul de Porto Alegre. Diferente de outros trabalhos realizados por Tiago, a intervenção segue a linha orgânica, mas possibilita diferentes interpretações do público.

- A peça pode ser interpretada de várias maneiras. É uma árvore, mas podem ser chamas. A cor é chamativa, marcante – explica Tiago sobre a escultura pintada de vermelho.

De acordo com o artista, a chapa de meio centímetro de espessura, usada para produzir a obra, foi criada em 20 dias no seu ateliê. A escolha pela árvore foi pessoal, em função do estilo do designer. Agora, para Tenius, as expectativas são as melhores para que os porto-alegrenses visitem mais uma obra promovida pelo Artemosfera:

– Espero que o público que goste. Pode ser uma questão de queimada, de protesto – retoma Thiago sobre as diferentes visões que os observadores podem ter. – A arte não precisa ter apenas uma interpretação.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.