Dicas de TV

Filmes para ver nesta sexta-feira

Filme brasileiro "Mate-me por Favor" é um dos destaques; confira outros

21/04/2017 - 04h00min | Atualizada em 21/04/2017 - 04h00min
Filmes para ver nesta sexta-feira Netflix/Divulgação
"A 13ª Emenda": documentário imperdível da Netflix Foto: Netflix / Divulgação  

MATE-ME POR FAVOR
De Anita Rocha da Silveira. Com Valentina Herszage, Dora Freind e Mariana Oliveira. É bem competente a estreia no longa da diretora carioca que fez fama com curtas-metragens como O Vampiro do Meio-dia (2008) e Handebol (2010). Trata-se de uma história sobre como uma série de assassinatos sombrios afetam uma garota de 15 anos vivendo na Barra da Tijuca, suas amigas de escola e o irmão mais velho. O estranhamento que o filme provoca tem a ver com a própria ideia de "suspense tropical" que perpassa a trama, e a atmosfera de incompreensão da própria realidade, por parte dos personagens, soa adequada no retrato de uma certa classe média brasileira atual. Suspense, Brasil, 2015, 101min. Telecine Cult, 17h55min

ONDE VIVEM OS MONSTROS
(Where the Wild Things Are) – De Spike Jonze. Com Max Records. O hypado diretor de Ela (2013), Adaptação (2002) e Quero Ser John Malkovich (1999) buscou inspiração em Maurice Sendak (e abusou de Arcade Fire na trilha sonora) para construir este belo filme sobre a capacidade imaginativa das crianças. Misturando live-action e computação gráfica, conseguiu transpor com competência o universo lírico do clássico de Sendak para o cinema. Fantasia, EUA/Alemanha, 2009, 101min. HBO Family, 18h15min

SHAKESPEARE APAIXONADO
(Shakespeare in Love) – De John Madden. Com Gwyneth Paltrow e Joseph Fiennes. Paltrow ganhou o Oscar vestindo-se de homem (e atuando bem!) neste filme que começa falando do bloqueio criativo de Shakespeare e termina com uma abordagem interessante das relações sociais à época do autor. No prêmio da indústria de Hollywood, superou títulos melhores (como Além da Linha Vermelha), mas tem muitas qualidades. Comédia dramática, EUA, 1998, 123min. Telecine Touch, 0h20min

Todas as críticas e notícias de cinema em ZH

TV aberta:
SHREK 2 – De Andrew Adamson e Kelly Asbury. Esta sequência mantém o encanto do primeiro longa da trilogia – algo que o terceiro não conseguiu fazer com tanta eficiência. Shrek foi um filme importante em meio à onda de títulos que aproximaram os adultos das animações, desde os anos 1990 – é uma produção da Dreamworks, concorrente da Pixar, que puxou a onda, mas talvez seja aquela que apresenta o maior número de piadas e referências capazes de pescar os mais crescidos. Animação, EUA, 2004, 93min. RBS TV, 15h10min

Streaming:
A 13ª EMENDA (13th) – De Ava DuVernay. É uma obra-prima do documentário esta produção da Netflix que, com abundância de dados, traça um panorama das violências e da exclusão social praticada contra os negros nos Estados Unidos ao longo dos séculos. As revelações apresentadas pela diretora (a mesma do ótimo drama Selma) sobre o uso da mão de obra dos presos, em sua maioria afro-descendentes, e as políticas públicas de segurança, incluindo as campanhas de combate às drogas promovidas pelos presidentes Nixon e Reagan, são chocantes. Formalmente o filme ainda é instigante, inclusive pelo uso de músicas de protesto em meio à narrativa. Imperdível. Documentário, EUA, 2016, 100min. Disponível na Netflix

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.