Obituário

Morre Peninha, percussionista do Barão Vermelho, aos 66 anos

Artista foi incorporado ao grupo em 1986

19/09/2016 - 21h36min | Atualizada em 19/09/2016 - 21h37min
Morre Peninha, percussionista do Barão Vermelho, aos 66 anos Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Paulo Humberto Pizziali, conhecido como Peninha, percussionista do Barão Vermelho, morreu no final da tarde de ontem, aos 66 anos. Segundo o portal de notícias G1, ele estava internado desde 5 de agosto, no Hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro, e foi vítima de um choque hemorrágico no estômago.

Leia mais:
Morre o ator Domingos Montagner, da novela Velho Chico, da Globo
Morre escritor Edward Albee, autor de "Quem tem medo de Virginia Woolf?"

A ex-mulher de Peninha, Ana Tereza Lima Soler, lamentou o ocorrido pelo Facebook. "Queridos amigos e familiares, é com pesar que venho comunicar, que o pai dos meus filhos, Paulo Humberto Pizziali, mais conhecido como Peninha Percussão, faleceu agora, no Hospital da Lagoa. Peço aos meus queridos amigos do Facebook e de toda a minha vida que orem por ele, cada um na sua fé. Os filhos dele estão muito abalados. Peço que orem por eles também".

O músico, nascido no Rio de Janeiro, foi incorporado ao Barão Vermelho em 1986, no disco Declare guerra. Este foi o primeiro álbum da banda sem Cazuza.

Peninha já tocou com músicos como Johnny Alf, Gal Costa e Simone. Desde que entrou no Barão, participou de discos como Carnaval (1988), Carne crua (1994) e Barão Vermelho (2004).

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.