Processo

Wanessa Camargo fala sobre Rafinha Bastos: "Eu trocaria todo o dinheiro para não ter vivido isso"

Cantora comentou em entrevista que ainda não recebeu o valor da indenização de R$ 150 mil que o humorista foi condenado a pagar

15/09/2016 - 14h02min | Atualizada em 16/09/2016 - 11h30min
Wanessa Camargo fala sobre Rafinha Bastos: "Eu trocaria todo o dinheiro para não ter vivido isso" divulgação/divulgação
Foto: divulgação / divulgação

Em entrevista ao programa De cara, da Rádio O Dia, a cantora Wanessa Camargo falou sobre o processo que move contra o humorista Rafinha Bastos. Em 2011, durante a apresentação do programa CQC, o comediante fez uma piada na qual comentou que "comeria ela e o bebê". Na época, Wanessa estava grávida de seu primeiro filho, José Marcus.

A cantora moveu um processo contra Rafinha, que foi condenado pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) a pagar R$ 150 mil de indenização. Na entrevista, Wanessa relatou ainda não ter recebido a quantia, mas que trocaria o dinheiro para não ter vivido essa polêmica.

Leia mais
"Nunca mais vou participar de tapete vermelho", diz Miley Cyrus
Rafinha Bastos explica que talk show de um episódio era brincadeira
Gaten Matarazzo, o Dustin de "Stranger things", fala abertamente sobre sua doença rara

–  A ação ainda não correu, esse dinheiro (da indenização) ainda não veio. Mas vou dizer uma coisa: eu trocaria esse dinheiro todo, o dobro dele, para não ter vivido o que vivi. Só isso que tenho a dizer sobre esse assunto. Grávida do meu primeiro filho, ter que passar por tudo que eu passei, e ainda passar, porque as pessoas infelizmente se utilizam disso para ofender ainda. Eu trocaria tudo, todo esse dinheiro, R$ 1 milhão que fosse, para não ter vivido isso – declarou.

Ao ser questionada se perdoaria o humorista, a cantora não soube responder.

– Não vou dizer se perdoo, não vou dizer nada. Sabe por quê? Esse assunto, eu falei só uma vez. Escrevi, fiquei quieta, esperei as coisas se resolverem, esperei o tempo que podia esperar, até que me pronunciei, porque as pessoas começaram a falar tanta besteira que tive que me pronunciar. Escrevi uma carta explicando as atitudes que tomaria a partir dali e por quê. Eu entendo o humor, o humor tem que ter uma liberdade, o humorista tem direito de fazer piadas – refletiu.

Segundo Wanessa, ela decidiu processar Rafinha ao sentir a necessidade de proteger seu filho por causa da proporção que a piada havia tomado:

– A minha vida foi exposta de uma maneira tão terrível, tão pesada, e eu sei o que passei, sei o que senti, sei por que tomei algumas atitudes. É o meu filho, a minha família, que foi colocada na roda para que as pessoas falassem o que queriam, motivadas por essa piada, que foi muito sem graça. Então, quero olhar nos olhos dos meus filhos daqui a 20 anos e dizer que jamais deixei o nome deles ser falado em vão, que eu os protegi de qualquer infâmia, de qualquer ofensa. Para isso, eu faria 10 milhões de vezes. Quem ofender meus filhos, eu vou ofender.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.