Erudito e popular

8º Festival de Violão da UFRGS reúne músicos nacionais e internacionais 

Até quarta-feira, violonistas estarão em concertos e cursos em Porto Alegre

Por: Alexandre Lucchese
23/09/2016 - 09h00min | Atualizada em 23/09/2016 - 09h00min
8º Festival de Violão da UFRGS reúne músicos nacionais e internacionais  Quarteto Maogani/Divulgação
Quarteto Maogani se apresentará no Salão de Atos na próxima quarta, dia 28 Foto: Quarteto Maogani / Divulgação

Violonistas de diferentes regiões do Brasil e do mundo estarão em Porto Alegre desta sexta até 28 de setembro, para o 8º Festival de Violão da UFRGS. O encontro reúne experientes concertistas das seis cordas para apresentações, master classes, cursos e palestras. Os concertos têm entrada franca, já as inscrições para as aulas custam entre R$ 30 e R$ 150.

Leia mais:
Caetano Veloso é o artista brasileiro mais completo, segundo Billboard
Rolling Stones e Beatles terão novos documentários lançados
A Ospa é uma orquestra voltada para a educação

– Temos como objetivo presentear a comunidade com grandes músicos se apresentando gratuitamente. Também fomentamos o desenvolvimento de concertistas, com cursos e outros encontros. É um momento importante de intercâmbio para alunos, pois já recebemos professores e estudantes de todo o Brasil, além de países como Uruguai, Colômbia, Argentina, Áustria, França e Noruega – explica o professor Daniel Wolff, idealizador do festival.

Como destaques internacionais deste ano, estão atrações como o chileno Carlos Pérez e o mexicano Alan Juárez, além de Fabio Zanon, brasileiro radicado em Londres, professor da Royal Academy of Music – um dos pontos altos do festival será a apresentação de Zanon, na terça-feira, às 20h30min, no Salão de Atos da UFRGS. O violão popular também estará representado pelo duo gaúcho Daniel Sá e Renato Borghetti e pelos cariocas Ulisses Rocha e Quarteto Maogani.

– Ao fazer a curadoria do festival, procurei contemplar diferentes vertentes do violão, desde o clássico até o nativismo, passando pelo jazz – afirma Wolff.

Nesta edição, o grande homenageado do festival é o violonista e compositor uruguaio Abel Carlevaro (1916 – 2001), cujo centenário de nascimento se completa neste ano. Um concerto em tributo ao músico abre o festival nesta sexta-feira, às 20h, no Auditorium Tasso Correa. Daniel Wolff será o solista da noite, tocando o Concierto del Plata:

– Será a estreia dessa composição de Abel no Brasil. Ele foi um músico e professor muito importante. Essa atuação dupla se relaciona com o perfil do festival. Estamos muito satisfeitos em homenageá-lo.

Confira atrações abertas ao público
As apresentações têm entrada franca, por ordem de chegada

Sexta-feira, às 20h, no Auditorium Tasso Correa (Senhor dos Passos, 248)
Daniel Wolff e quarteto de cordas, Paulo Inda e Damas do Violão.

Sábado, às 20h, no Salão de Atos da UFRGS (Paulo Gama, 110)
Ulisses Rocha, Daniel Sá e Renato Borghetti. 

Domingo, às 20h, no Auditorium Tasso Correa
Edson Lopes e Elodie Bouny.

Segunda-feira, às 19h, no Auditorium Tasso Correa
Coral da UFRGS (reg. Lucas Alves) e Tiago Oliveira, seguido de Carlos Pérez e Alan Juárez Balderas.

Terça-feira, às 20h30min, no Salão de Atos da UFRGS
Fabio Zanon e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa).

Quarta-feira, às 20h, no Salão de Atos da UFRGS
Quarteto Maogani.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.