Porto Alegre

Noite de hip hop na Capital apresenta vozes femininas de uma cena dominada pelos homens

Festa no bar Opinião nesta quarta-feira contará com shows da norte-americana Akua Naru, da gaúcha Fyah Rocha e da paulista Tássia Reis

Por: Rafael Balsemão
11/10/2016 - 19h22min | Atualizada em 11/10/2016 - 19h25min
Noite de hip hop na Capital apresenta vozes femininas de uma cena dominada pelos homens Daniel Ziegert Photography/Divulgação
A grande estrela da noite desta quarta-feira na tradicional casa de shows da Cidade Baixa é Akua Naru Foto: Daniel Ziegert Photography / Divulgação

Criolo, Rael, Rashid, Emicida, Marcelo D2, Racionais MC¿s: na lista de rappers que se apresentaram em Porto Alegre em 2016, há poucas mulheres para contar história. Hoje, entretanto, a noite é só delas. A festa, no bar Opinião, contará com shows da norte-americana Akua Naru, da gaúcha Fyah Rocha e da paulista Tássia Reis, uma das revelações do gênero.

— As mulheres sempre estiveram no hip hop, porém, sempre foram ¿invisibilizadas¿. Nunca estiveram em lugares de relevância – afirma Tássia, 27 anos, que destaca a internet e as redes sociais como imprescindíveis para o aumento da visibilidade feminina. — O olhar de uma mulher contando a sua história é diferente do de um homem. É importante que a gente narre nossas histórias, que elas saiam das nossas bocas.

Aos 27 anos e natural de Jacareí, a cantora paulista Tássia Reis ficou conhecida com a canção "Meu rapjazz" Foto: Kelvin Yule / Divulgação

Aos 27 anos e natural de Jacareí (SP), a cantora paulista ficou conhecida com a canção Meu rapjazz, lançada em 2013. Em setembro deste ano, lançou o elogiado Outra esfera, disco marcado pela temática do feminismo.

— Meu posicionamento político é feminista, e naturalmente isso se dá nas minhas letras. O disco tem esse olhar. Fala sobre opressão, ser oprimida, mas também sobre se libertar, sobre a autoestima como cura. É bem plural. Essas são as mensagens principais — resume Tássia.

Norte-americana radicada na Alemanha volta após dois anos

Influenciada por artistas como Nina Simone, Donny Hathaway e Lauryn Hill, a grande estrela da noite na tradicional casa de shows da Cidade Baixa é Akua Naru, que já passou pela Capital em 2014, após encontro, na Europa, com o rapper Emicida, de quem é amiga.

Atualmente morando em Colônia, na Alemanha, a cantora vem a Porto Alegre para mostrar o seu mais recente álbum, The miner¿s canary, lançado no ano passado. Além de Akua Naru, Tássia Reis e Fyah Rocha, Karol Conka é outra voz feminina do hip hop que se apresenta por aqui, também no Opinião, no dia 30 de novembro.

Assista ao clipe de Meu rapjazz, de Tássia Reis:

Veja o clipe de Seraphim, de Akua Naru:


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.