Messias do rock

Vinte anos após sua morte, Renato Russo, ícone de uma geração, é lembrado em diferentes tributos

Líder da banda Legião Urbana estabeleceu com seus fãs uma relação messiânica que não se observa mais entre artistas e público no século 21

10/10/2016 - 07h00min | Atualizada em 10/10/2016 - 15h22min
Vinte anos após sua morte, Renato Russo, ícone de uma geração, é lembrado em diferentes tributos Cris Bierrenbach/Folha Imagem
Líder da Legião Urbana e poeta de alguns dos versos mais importantes do rock brasileiro, Renato Russo morreu em 1996 Foto: Cris Bierrenbach / Folha Imagem

Porta-voz de uma geração e um dos poetas mais influentes do rock brasileiro, Renato Russo morreu em 11 de outubro de 1996, deixando órfãos milhões de fãs que o consideravam praticamente um messias. 

Duas décadas após sua morte, Renato Russo não perdeu relevância alguma, mas seu nome ganha novos significados em uma realidade diferente da de quando era vivo e maior nome do rock nacional. Confira abaixo a reportagem especial de Gustavo Brigatti sobre os 20 anos de morte de Renato Russo, com arte de Gilmar Fraga.

Foto: Arte ZH / Arte ZH


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.