Tiras e tiradas

Conheça os dois vencedores do concurso Tiras de Verão 2012

Sávio Moura e Gabriel Chagas terão suas tiras publicadas no Segundo Caderno de ZH em janeiro e fevereiro

26/12/2011 - 07h10min
Conheça os dois vencedores do concurso Tiras de Verão 2012 Crédito Marcus Tatsch e Márco Greff, Especial/
Sávio Moura (esq.) e Gabriel Chagas terão suas tiras publicadas em janeiro e fevereiro respectivamente Foto: Crédito Marcus Tatsch e Márco Greff, Especial  

Conheça os vencedores do concurso Tiras de Verão 2012, que selecionou dois autores para tererm seus quadrinhos publicados no Segundo Caderno em janeiro e fevereiro:

A vida no campo de Sávio Moura



Em São Luiz Gonzaga, na região missioneira, Sávio Moura trabalha como bancário, tem mulher, duas filhas, sogro, sogra e uma imaginação inesgotável. Por conta desta última, vive uma vida dupla. Desde 1994, é chargista de jornais da região e, em 2006, passou a transformar pessoas e fatos do seu cotidiano nos quadrinhos da série É Dura a Vida no Campo.

Nas tirinhas, animais – porco, cavalo, coruja e galo, cada um com sua personalidade – e humanos transbordam humor sutil e campeiro. O sogro de Sávio é um dos protagonistas:

– Quase toda família tem um Chiru Velho: é o vovô carismático, apesar da cara de brabo.

O inimigo de Chiru é o porco. Ele encarna o estereótipo do gaúcho grosseiro, que Sávio não quis atribuir aos personagens humanos. Ironicamente, o bichano é o preferido da criançada nas oficinas que o cartunista faz em escolas da região. As tiras da série são coloridas pelas filhas de Sávio. Já renderam três coletâneas de lançadas pela editora Cassol. O título É Dura a Vida no Campo é inspirado no chargista Sampaulo.

– A mãe do Sampaulo é de São Luiz. Eu tinha 20 e poucos anos quando ele me contou que queria reunir todos os seus cartuns de bicho num livro intitulado É Dura a Vida no Campo, Dizia uma Vaca Rabona com uma Mutuca nas Ancas. Só que ele faleceu, e o livro nunca saiu.

As tiras que publicará na página 7 do Segundo Caderno de 2 a 31 de janeiro são uma homenagem ao chargista.

O Polo Sol de Gabriel Chagas



Desde pequeno, Gabriel Chagas prefere passar o verão lendo à sombra, em casa, do que suando ao sol no Litoral. O final de 2011 trouxe duas notícias excelentes para o cachoeirense de 18 anos. A primeira foi a aprovação no vestibular de Letras da Universidade Federal de Santa Maria. A segunda foi que sua tira, Polo Sol, foi uma das vencedoras do Tiras de Verão.

– Estou com sorte – resume ele.

Neste verão, enquanto se prepara para estudar em Santa Maria, a 120km de casa, Gabriel também publicará suas tiras em ZH. Nelas, personagens polares – um pinguim, um urso, uma foca – e uma bipolar baleia orca dão alfinetadas nos humanos, esses seres mal adaptados à vida marinha. São porta-vozes do autor.

– Não gosto de praia porque sou gordinho, não dá muito certo – explica ele, que ainda pensa em fazer tiras autobiográficas. – Vai ter algo relacionado a gordinhos suando no verão.

Leitor voraz, Gabriel quer tornar-se um ficcionista. Admira J. R. R. Tolkien e R. R. Martin e reserva um espaço na estante para as tiras.

– Gosto muito do Níquel Náusea.

Foi preenchendo seus cadernos com mais desenhos do que textos que, em seus últimos dias no Ensino Médio, ele desenvolveu os personagens de Polo Sol. Além do humor ácido de Níquel Náusea, diz que os mangás são uma influência. E a aversão à praia, que seus personagens transformarão em piada na página 7 do Segundo Caderno de 1º a 29 de fevereiro.

Notícias Relacionadas

Quadrinhos premiados 01/12/2011 | 06h10

Concurso Tiras de Verão está com inscrições abertas

Tiras dos vencedores serão publicadas no Segundo Caderno em janeiro e fevereiro

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.