Seleção sub-40

Revista britânica Granta destaca 20 jovens escritores do Brasil, seis deles formados no Estado

Leandro Sarmatz, Antônio Xerxenesky, Carol Bensimon, Luisa Geisler, Michel Laub e Daniel Galera estão na listagem

08/07/2012 | 18h53
Revista britânica Granta destaca 20 jovens escritores do Brasil, seis deles formados no Estado An/Divulgação
Carol Bensimon iniciou sua carreira com "Pó de Parede" Foto: An / Divulgação

O universo dos apreciadores de literatura é bem menor do que o dos amantes do futebol, mas o anúncio da lista de selecionados para a revista Granta, realizado na Festa Literária de Paraty, na semana passada, teve proporcionalmente o peso de uma convocatória da Seleção.

É a primeira vez que a revista britânica, uma das mais prestigiadas do mundo, faz uma seleção com 20 nomes de apostas da literatura produzida no Brasil – seis deles formados no Estado.

A lista das "20 jovens promessas" da Granta já é uma instituição pela capacidade de mapear nomes que confirmam seu potencial de expoentes anos mais tarde. Na primeira seleção dos melhores autores britânicos, em 1983, figuravam nomes como Salman Rushdie, Martin Amis, Julian Barnes e Ian McEwan. Duas outras listas britânicas foram compiladas em 1993 e 2003 (uma quarta virá em 2013), além de versões dos EUA e da América Latina.

A Granta anunciou sua intenção de fazer a primeira compilação brasileira no ano passado. Podiam inscrever textos autores já publicados em livro impresso (valendo antologias) e com menos de 40 anos. Comprovando a força atual da literatura do Rio Grande do Sul, seis dos indicados são nascidos ou formados no Estado, numa seleção que engloba desde dois nomes consolidados no panorama romanesco nacional até a caçula Luisa Geisler, que teve um livro de contos premiado no ano passado e agora apresenta seu primeiro romance (veja os destaques do Estado abaixo).

Como toda lista, a da Granta também foi alvo de especulação, com boatos de pressões comerciais de editoras – mas uma visada panorâmica sobre a escalação leva a concluir que, ao menos em seu núcleo, a lista acerta, confirmando a presença dos principais nomes em atividade.

– Acho que é uma boa amostragem da literatura contemporânea. Todo concurso literário tem uma margem de subjetividade, não é uma ciência exata, mas essa lista foi obtida com grande concordância do júri – diz o escritor Cristóvão Tezza, que compôs o júri com Beatriz Bracher, Benjamim Moser, Italo Moriconi, Manuel da Costa Pinto, Marcelo Ferroni e Samuel Titan Jr.

O júri escolheu os melhores entre 70 nomes pré-selecionados dentre 247 inscritos.

Jovens Veteranos
Daniel Galera
, 33 anos, e Michel Laub, 39, vêm desenvolvendo, desde o fim dos anos 1990, obras que aliam repercussão crítica com aprovação do público. Começaram no conto (Galera com Dentes Guardados, e Laub com Não Depois do que Aconteceu) e depois migraram com sucesso para o romance. Galera teve o livro Até o Dia em que o Cão Morreu (2003) adaptado para o cinema, publicou o elogiado romance Mãos de Cavalo (2006) e colaborou com Rafael Coutinho na graphic novel Cachalote (2010). Laub publicou cinco romances, com destaque para Longe da Água (2004), O Segundo Tempo (2006) e Diário da Queda (2011).

Categoria de Base
Nascida em Canoas, Luisa Geisler, 21 anos, é a mais jovem integrante da lista. Estreou em livro no ano passado, com a publicação da coletânea Contos de Mentira, vencedora na categoria conto do Prêmio Sesc de Literatura 2010/2011. O concurso é voltado para a publicação de obras inéditas. Este ano, tornou-se bicampeã ao vencer a edição 2011/2012 do mesmo prêmio, agora na categoria romance, com Quiçá.

Talentos promissores
Porto-alegrenses, Antônio Xerxenesky, 28 anos, e Carol Bensimon, 29, são representantes da jovem geração de autores que começaram a publicar a partir dos anos 2000 – ambos pela mesma editora, a Não. Xerxenesky estreou na literatura com o livro de contos Entre, mas considera sua "estreia oficial" o romance Areia nos Dentes (2008). Lançou no ano passado o volume de contos A Página Assombrada por Fantasmas e trabalha agora em novo romance, F para Welles. Carol Bensimon teve uma elogiada estreia no conto com Pó de Parede e mais tarde lançou o romance Sinuca Embaixo D'Água. Trabalha atualmente em uma narrativa de estrada.

Jogador Polivalente
Leandro Sarmatz,
39 anos, é jornalista de formação e tem uma carreira cuja marca é a pluralidade. Dramaturgo, escreveu a peça Mães & Sogras (2000). Enveredou pela poesia com o volume Logonauta (2009) e deu a público sua prosa na coletânea de contos Uma Fome (2010). Também atua como editor e vem trabalhando na reedição da obra de Carlos Drummond de Andrade.

Notícias Relacionadas

Os eleitos 06/07/2012 | 10h15

Revista Granta anuncia, durante a Flip, os 20 melhores jovens escritores brasileiros

Publicação lança coletânea em forma de livro, com vozes diferentes, moderna

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.