Memória

Morre o diretor inglês Tony Scott

Conhecido por títulos como “Top Gun” e “Incontrolável” , Tony Scott tinha 68 anos

Atualizada em 21/08/2012 | 10h0320/08/2012 | 02h21
Morre o diretor inglês Tony Scott Gus Ruelas/AP
Tony Scott era irmão do também diretor Ridley Scott, de quem era sócio em uma produtora Foto: Gus Ruelas / AP

O diretor inglês Tony Scott, famoso por blockbusters de ação como Top Gun e Chamas da Vingança, morreu neste domingo.

O cineasta e produtor, irmão do também diretor Ridley Scott, teria se jogado de uma ponte em San Pedro, cidade portuária da Califórnia.

Scott tinha 68 anos. De acordo com a polícia de Los Angeles, teria sido encontrado em seu automóvel um bilhete – cujo conteúdo não havia sido revelado até o início da tarde de ontem. Scott teria pulado da ponte por volta de 12h30min (16h30min, horário de Brasília) de domingo. Seu corpo foi resgatado cerca de quatros horas depois. Segundo a rede americana de TV "ABC News", Scott tinha um tumor no cérebro considerado inoperável.

Scott dirigiu 24 produções, entre longas de ficção, curtas e documentários. Seu auge como chamariz de bilheteria se deu nos anos 1980. Dirigiu um dos filmes de maior bilheteria de década, Top Gun, que arrecadou US$ 176 milhões e estabeleceu o nome de Tom Cruise como astro. Cruise voltaria a trabalhar com Scott em Dias de Trovão, ambientado no universo do automobilismo. Ao longo de sua carreira, Scott dirigiu, além de Cruise, astros como Kevin Costner, Christopher Walken, Will Smith e Eddie Murphy, mas o ator recorrente em sua filmografia foi Denzel Washington, com quem trabalhou em cinco filmes: Maré Vermelha, Chamas da Vingança, Déjà Vu, O Sequestro do Metrô 123 e Incontrolável.

Ao longo de mais de 40 anos de carreira, Scott passou de um nome que havia despertado o interesse positivo da crítica pela estilosa reinvenção do vampirismo em Fome de Viver, com Susan Sarandon e Catherine Deneuve, para um operário do cinema de ação. Seus filmes têm como principais características o tratamento gráfico da violência, uma montagem que vai do ágil ao nervoso, por vezes misturando mais de uma tomada na mesma cena, e um uso bastante estilizado da luz, artificial ou natural, despejando-se por frestas e aberturas ou ofuscando a visão dos atores em contraluzes dramáticos.

A partir dos início dos anos 2000, Scott também foi um ativo produtor de cinema e TV. No cinema, produziu o filme mais recente do irmão, Prometheus, além de dramas familiares e filmes de ação. Ridley e Tony eram sócios na produtora de TV Scott Free, responsável por séries de sucesso da CBS, como Numb3rs e The Good Wife, ou minisséries como Os Pilares da Terra, adaptação do best-seller de Ken Follett. Scott era casado desde 1994 (depois de dois divórcios anteriores) com a atriz Donna Scott, com quem tinha dois filhos.

Os principais filmes:

Incontrolável (2010)
O Sequestro do Metrô 123 (2009)
Déjà Vu (2006)
Domino (2005)
Chamas da Vingança (2004)
Jogo de Espiões (2001)
Inimigo do Estado (1998)
Estranha Obsessão (1996)
Maré Vermelha (1995)
Amor à Queima Roupa (1993)
O Último Boy Scout (1991)
Dias de Trovão (1990)
Vingança (1990)
Um Tira da Pesada II (1987)
Top Gun – Ases Indomáveis (1986)
Fome de Viver (1983)

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.