Canini vê o pago

Renato Canini autografa nesta quarta coletânea de desenhos e cartuns em que retrata, com humor, a vida no pampa

"Pago Pra Ver" reúne 250 trabalhos com temática campeira do ilustrador e quadrinista

Por: Carlos André Moreira
24/10/2012 - 04h03min
Renato Canini autografa nesta quarta coletânea de desenhos e cartuns em que retrata, com humor, a vida no pampa Renato Canini/Reprodução
Ilustração de Canini presente em "Pago Pra Ver" Foto: Renato Canini / Reprodução  

Gigante nacional do quadrinho, Renato Canini se tornou célebre pela visão que imprimiu por anos ao Zé Carioca. Agora, seu olhar particular sobre o pampa e o gaúcho é o que sustenta Pago Pra Ver, reunião de cartuns, desenhos e ilustrações com temática campeira.



O livro será lançado nesta quarta-feira (24/10), no mesmo evento em que serão apresentados outros quatro livros do Instituto Estadual do Livro.

Em galeria, confira ilustrações de Renato Canini

Pago Pra Ver reúne desenhos de etapas diversas da carreira do artista, de obras dos anos 1980, ainda com um traço limpo e arejado, aos experimentos visuais que são marcas dos trabalhos recentes do ilustrador: com abundante uso de pretos, hachuras, riscos, uma arte em que a figura nasce do acúmulo de traços mais do que da seleção deles.

- Fui mudando o que eu fazia, tentando fazer algo diferente - explica o artista.

Boa parte do material mais recente foi produzido para um meio que o próprio Canini não domina ou frequenta: a internet. Ele colabora desde 2007 com o blog Tinta China, da associação de artistas e ilustradores Grafar (www.grafar.blogspot.com.br/). Entre as seções que criou para colaborar com a página, estava a Pago Pra Ver, reunindo sua visão do pampa e do gaúcho. Esse é um ponto significativo a ser ressaltado: um dos homens que criaram um Rio imaginário definitivo com suas histórias do Zé Carioca nunca deixou de desenhar o pampa.

- São variações sobre um mesmo tema. A referência do Rio Grande fica na gente, principalmente pelo tempo que passei no Interior - diz o artista, natural de Paraí e residente hoje em Pelotas.

Os desenhos começaram a ser organizados para posterior publicação pelos também quadrinistas Fábio Zimbres, Rodrigo Rosa e Guaracy Fraga. Rosa precisou deixar o projeto para viajar para uma pós-graduação na Espanha, e Fraga e Zimbres o concluíram - a edição do volume é do primeiro, o projeto gráfico é do segundo.

- Esse livro é uma grande chance de apresentar uma homenagem à altura da importância de Canini nos quadrinhos e como artista que se tornou referência para tanta gente - define Fraga.

O volume foi apresentado ao Instituto Estadual do Livro e está sendo publicado em parceria com a Corag. Pago Pra Ver é uma obra quase sem palavras. Pelas 212 páginas da publicação, estão distribuídos 250 desenhos, ilustrações, cartuns sem texto, e só um que outro "balão de fala", o recurso mais associado no imaginário às histórias em quadrinhos.

Embora silencioso, o "pago" de Canini é apresentado subo uma luz afetuosa e mesmo crítica. Às vezes, Canini discute a rápida transformação do pampa com a tecnologia, como no caso de um cartum em que peões tomam chimarrão em pleno campo, não ao redor de uma fogueira, mas de um fogão a gás. Em outras, seus desenhos são apenas retratos bastante pessoais de paisagens campeiras, com destaque para a silhueta do homem a cavalo pelas amplidões do horizonte.

Em galeria, confira ilustrações de Renato Canini

Trajetória

Renato Canini nasceu em 1936.

Como ilustrador, colaborou com charges para Correio do Povo, Pasquim, Mad e outras publicações.

Trabalhou na revista Recreio, da Editora Abril.

Nos anos 1970, assumiu a revista de Zé Carioca, na fase considerada seminal para a transformação do papagaio em um personagem genuinamente brasileiro.

Criou também Kactus Kid, sátira aos caubóis do faroeste.

PAGO PRA VER
CANINI
Quadrinhos.
IEL/CORAG, 212 páginas, R$ 45 (no lançamento, o livro custará R$ 35). Sessão de autógrafos quarta (24/10), às 19h.
Instituto Estadual do Livro
(André Puente, 318, bairro Independência, Porto Alegre). Serão lançados também quatro livros da Coleção Originais do IEL
O livro: Seleção de 250 trabalhos com temática campeira do ilustrador e quadrinista Renato Canini, com edição de Guaracy Fraga e projeto gráfico de Fábio Zimbres.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.