Exame toxicológico

Teste de urina aponta que Justin Bieber usou maconha e remédios

Relatório sobre prisão em Miami indica presença de THC e substância presente no Xanax

30/01/2014 | 17h08
Teste de urina aponta que Justin Bieber usou maconha e remédios Joe Raedle/Getty Images/AFP
Foto: Joe Raedle / Getty Images/AFP

Um exame de urina feito em Justin Bieber apontou que o cantor estava sob efeito de maconha e remédios ao ser preso em Miami, no dia 23 de janeiro. O relatório foi divulgado nesta quinta-feira. Segundo o site TMZ, o teste indicou THC (princípio ativo da maconha) e Alprazolam, ingrediente do ansiolítico Xanax - remédio controlado utilizado para combater a ansiedade. O próprio Bieber admitiu o uso dessas substâncias quando foi detido. O resultado deu negativo para cocaína, ópio, metanfetamina e outras drogas.

:: TOP 10: polêmicas de Justin Bieber
:: Prisão de Bieber vira piada na internet

Justin Bieber ficou preso por mais de oito horas em Miami por dirigir sob efeito de drogas e álcool, de resistência à prisão e de dirigir com habilitação vencida. Ele foi solto, após pagar fiança de US$ 2,5 mil. Aos policiais, o cantor confirmou ao policial que usou maconha e Xanax, e disse que o medicamento foi fornecido por sua mãe.

Na noite dessa quarta (29), Justin Bieber compareceu mais uma vez à polícia, desta vez em Toronto, no Canadá. Ele se apresentou para responder a uma acusação formal por agressão ao motorista de uma limusine. O fato aconteceu em dezembro, após uma discussão.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.