Sem recalque

Após ser citada em prova como "pensadora contemporânea", Valesca Popozuda comenta fato em rede social

Professor de filosofia colocou trecho da música da funkeira em prova do Ensino Médio

08/04/2014 | 15h34
Após ser citada em prova como "pensadora contemporânea", Valesca Popozuda comenta fato em rede social Fernando Torquatto/Divulgação
Foto: Fernando Torquatto / Divulgação

Uma questão da prova de filosofia aplicada no Centro de Ensino Médio 3 de Taguatinga, no Distrito Federal, vem provocando polêmica desde a noite de segunda-feira. No teste, um professor se refere à funkeira Valesca Popozuda como uma "grande pensadora contemporânea" e pede para os estudantes completarem um dos trechos da música Beijinho no Ombro - hit lançado há três meses que já tem mais de 22 milhões de visualizações no YouTube. Alunos fotografaram a prova, divulgaram nas redes sociais e o professor recebeu muitas críticas.

Os alunos deveriam completar o trecho da música que diz "se bater de frente..." com as seguintes opções: A) "É só tiro, porrada e bomba"; B) "É só beijinho no ombro"; C) "É recalque" ou D)"É vida longa". A resposta correta é a letra A.

Em sua página no Facebook, Valesca comentou o fato. "Eu acho uma bobagem isso tudo, se ele tivesse colocado um trecho de qualquer música de MPB, ou até mesmo de qualquer outro gênero musical que não fosse o funk, talvez não tivesse provocado esse problema", declarou a funkeira. Apesar disso, ela afirma que não se vê como pensadora. "Eu queria até saber o nome desse professor para poder agradecer. Eu fiquei foi bem honrada e me senti duas vezes homenageada, tanto pela pergunta quanto com o título de pensadora. Mas isso eu vou ter que recusar porque é um titulo muito forte e eu ainda não me sinto pronta pra isso (risos)."

Em seguida, Valesca aborda questões sobre a educação no Brasil. "O que eu quero dizer é que o tempo que todo mundo gasta julgando o professor e ofendendo-o por isso... Deveríamos era nos unir e protestar, sim, mas pelo salário dele e dos outros professores, pelas condições que muitos dão aulas pelo Brasil, pelas escolas que às vezes nem quadro ou cadeira para o aluno sentar têm, por merendas que faltam, por várias questões que ninguém se preocupa (...) Meus parabéns ao corajoso professor que, mesmo não ganhando muito bem, é batalhador e corajoso demais pra chegar em casa e elaborar uma questão de uma prova colocando um dito popular do momento, sambando na cara de todo mundo que está o julgando por isso!"

Nesta terça, o que se via nas redes sociais eram comentários de fãs sobre a grafia errada do nome da cantora na prova, onde saiu "Walesca", com W. 

:: VÍDEO: repórteres de Zero Hora comentam o hit de Popozuda:
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.