Regional e universal

Antonio Nóbrega apresenta o espetáculo "Naturalmente" no TSP

Sessão única ocorre nesta quinta-feira

23/07/2014 | 19h01
Antonio Nóbrega apresenta o espetáculo "Naturalmente" no TSP Sílvia Machado/Divulgação
Antonio Nóbrega em cena Foto: Sílvia Machado / Divulgação

Bailarino, multi-instrumentista, cantor e ator, Antonio Nóbrega é o que se poderia chamar de um artista completo. Três anos depois de apresentar em Porto Alegre a aula-espetáculo Mátria - Uma Outra Linha de Tempo Cultural, o recifense radicado em São Paulo retorna com Naturalmente - Teoria e Jogo de uma Dança Brasileira. Estreado em 2009, o espetáculo terá sessão única nesta quinta-feira, às 21h, no Theatro São Pedro. No palco, Nóbrega dançará - e tocará violino e bandolim – ao lado das jovens bailarinas Maria Eugênia Almeida e Marina Abib, acompanhados, ao vivo, por sete instrumentistas. Trata-se de um espetáculo de dança "inusual", com mais músicos do que bailarinos, como brinca o artista em entrevista por telefone:

– É um trabalho fundamentado nas matrizes corporais populares que estão presentes em danças de todo o país, não apenas do Nordeste. É como se fosse a tentativa de criar uma dança brasileira contemporânea, juntando certos aspectos da tradição popular com outros aspectos da tradição ocidental.

Com 44 anos de carreira, Nóbrega tem recebido flores em vida. Em 2013, uma ocupação no Itaú Cultural, em São Paulo, homenageou sua trajetória, com exposição e performances. Até novembro deste ano, deve estrear o longa Brincante, que se debruça sobre sua biografia, dirigido por Walter Carvalho. Mesmo assim, o artista luta contra problemas de financiamento. No ano passado, sua recém-criada Companhia Antonio Nóbrega de Dança estreou com o espetáculo Humus, mas o trabalho não teve continuidade devido ao fim do patrocínio da Petrobras. Nóbrega afirma que precisa buscar apoio em editais, mas tem dificuldade em vencê-los porque os pareceristas julgam que, por sua trajetória consolidada, não necessitaria deste tipo de financiamento:

– Sem querer ser presunçoso, já conquistei todos os prêmios que um artista da minha área poderia, mas curiosamente isso não serve como atestado de meritocracia para buscar apoio.

Recentemente, o Instituto Brincante, espaço que mantém há 22 anos na Vila Madalena, em São Paulo, recebeu uma ordem de despejo do proprietário, e agora o artista luta para permanecer no local:

– Os espaços dedicados à cultura não deveriam receber um olhar diferenciado em relação à ferocidade da especulação imobiliária?

NATURALMENTE – TEORIA E JOGO DE UMA DANÇA BRASILEIRA

>> Espetáculo do pernambucano Antonio Nóbrega apresenta dança contemporânea brasileira.

>> Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/nº), fone: (51) 3227-5100.

>> Ingressos a R$ 30, à venda na bilheteria do teatro, a partir das 13h. Desconto de 50% para sócio do Clube do Assinante e acompanhante. Nesta quinta-feira, às 21h.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.