Final (quase) feliz

Laerte morre, e Luiza "parte para outra" no final de "Em Família"

Novela das 21h terminou com casamento, morte e muitas lágrimas

18/07/2014 | 23h48
Laerte morre, e Luiza "parte para outra" no final de "Em Família" Estevam Avellar/Globo
O casal protagonista não ficou junto no fim Foto: Estevam Avellar / Globo

A última novela de Manoel Carlos deu o que falar. Tudo estava lá: o Leblon, a Helena e os conflitos familiares. Mas parece que, desta vez, a receita não deu certo. Muito criticada pela falta de entrosamento entre os protagonistas, a confusão com as idades das personagens (mãe, tia e filha pareciam pertencer à mesma faixa etária) ou pela falta de "sal" na trama, Em Família — que foi encurtada em cerca de um mês — terminou na noite desta sexta-feira com casamento, morte e muitas lágrimas. 

Leia todas as notícias sobre novelas
Ouça as músicas da trilha sonora de "O Rebu"
Atriz de "Em Família" é capa da edição de aniversário da Playboy 

***Se você não assitiu e quer saber o desfecho da novela somente na reprise que será transmitida neste sábado, pare de ler este texto aqui***

O capítulo começou quente. Shirley (Vivianne Pasmanter), ousada como sempre, foi até a casa de Laerte (Gabriel Braga Nunes) e partiu para o ataque: os dois acabaram na cama juntos.

— Eu vim aqui para te buscar — explicou ela. Mas o flautista não deu bola.

Nesse meio tempo, descobrimos ainda que André (Bruno Gissoni) é, na verdade, filho de Branca (Ângela Vieira). A megera inventa uma história de que ele era filho de uma empregada que o abandonou, mas ele não engole. Por fim, o jovem se diz agradecido por ter sido criado por Dulce (Lica Oliveira), com quem sempre teve uma relação conflituosa na novela.

Enfim, chegou o dia do casório de Luiza e Laerte. Todas as ex do flautista estavam presentes. Durante a cerimônia, Helena (Júlia Lemmertz) teve flashbacks enquanto o ex-namorado de adolescência entregava a joia de fênix — presente que ele tinha dado a ela — para a sua filha. Na saída da igreja, a confirmação do que todos já esperavam: Laerte é baleado. Helena, Shirley, Verônica (Helena Ranaldi), Luiza (Bruna Marquezine) e Lívia (Louise D’Tuani) rodearam o flautista deitado no chão. Antes da morte, ele relembrou seus momentos com cada uma delas. A chuva forte que caía aumentou a dramaticidade da cena.

Em seguida, descobre-se que a assassina é Lívia — a menina que entrou na novela "ontem" e se apaixonou pelo músico. A estudante de piano largou o namorado e chegou a se declarar para Laerte. Fica subentendido que seu ataque de fúria se deu depois que ela ouviu uma conversa entre o músico e Verônica, quando ele disse que "não tinha tempo para se preocupar com essa menina Lívia". Uma louca apaixonada, matou por amor e por ódio.

Mas, claro, nem tudo foi tristeza nesse final de novela. Depois de uma passagem de tempo não especificada, Virgílio (Humberto Martins), Helena e Luiza viajam a Paris. E parece que é lá que a fila vai andar para a viúva. A menina é abordada por um pianista brasileiro (e bem-apessoado) em um café, e tudo leva a crer que vai rolar "algo mais ali". Por fim, a novela termina com boa parte do elenco (incluindo o "novo amigo de Luiza") assistindo à apresentação de Leto (Ronny Kriwat) e Verônica na cidade-luz. Fim.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.