Televisão

"O Rebu" começa com tudo que uma boa novela precisa

Nova novela das 23h da Globo estreou nesta segunda-feira com ótimas atuações de Cassia Kis Magro, Patricia Pillar e Sophie Charlotte

Atualizada em 15/07/2014 | 19h1415/07/2014 | 01h15
"O Rebu" começa com tudo que uma boa novela precisa Estevam Avellar,TV Globo/Divulgação
Corpo de Bruno Ferraz (Daniel de Oliveira) foi encontrado boiando em piscina de mansão durante festa Foto: Estevam Avellar,TV Globo / Divulgação

Morte, mistério, disputa pelo poder, romances e brigas. Todos os ingredientes para prender o telespectador diante da TV. E mais. O primeiro capítulo de O Rebu, embora curto, marcou pela qualidade de roteiro, elenco, direção, figurino e fotografia.

As sete coisas que já sabemos sobre "O Rebu"
Veja as novidades na programação de TV depois do fim da Copa

A nova novela da faixa das 23h da Globo estreou nesta segunda-feira cheia de expectativa e conseguiu agradar. Como esperado, a identidade do morto foi revelada já neste primeiro dia, ao contrário da versão original. O corpo de Bruno Ferraz (Daniel de Oliveira) foi encontrado boiando na piscina durante uma festa. Ambicioso profissional de TI, ele vivia entre mulheres poderosas: trabalhava para a megaempresária Angela (Patricia Pillar), era apaixonado por Duda (Sophie Charlotte) e tinha um caso com Gilda (Cassia Kis Magro).

Embora seja uma novela, a narrativa de O Rebu se aproxima muito dos seriados americanos. E o recurso dos flashbacks dá ritmo ao roteiro. Além disso, as tramas foram se revelando rapidamente. Esse início teve muito drama, choro e algumas interpretações excelentes e surpreendentes.

Cassia, Patricia e Camila Morgado começaram muito bem e dando o tom de como a trama terá uma interessante disputa para saber quem é a melhor atriz — isso que ainda não deu para ver muita coisa de Vera Holtz, e Dira Paes nem apareceu. Sophie foi a surpresa agradável da noite.

A cena dela cantando Sua Estupidez, de Roberto e Erasmo Carlos, numa mistura com choro foi emocionante, assim como na discussão de Duda com Angela após a revelação da morte de Bruno. Esse misto de nomes consagrados com jovens promessas promete dar muito certo.


A atuação de Sophie Charlotte foi a grande surpresa do primeiro capítulo da novela
Foto: Estevam Avellar , TV Globo, divulgação


A fotografia assinada por Walter Carvalho também merece elogios, pois o uso de preto e branco meio pálido funcionou bem para compor o ar de mistério. Todos os personagens são suspeitos do assassinato e a expectativa agora é pela entrada em cena do delegado Pedroso (Marcos Palmeira) e de sua equipe de investigação. E a cena final, de Angela sofrendo um atentado, já deixou o espectador querendo que o segundo capítulo comece logo.

Se continuar assim, a produção assinada por George Moura e Sergio Goldenberg e dirigida por José Luiz Villamarim tem tudo para repetir o sucesso de trabalho anterior da equipe, a minissérie Amores Roubados, o destaque do primeiro semestre da Globo.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.