Faça o teste!

Confira cinco famosos que deram uma guinada na carreira. E você, está preparado para mudanças? 

O primeiro passo é estar ciente que a vida possui fluidez, e as coisas podem mudar rapidamente

11/09/2016 - 14h30min | Atualizada em 11/09/2016 - 14h30min
Confira cinco famosos que deram uma guinada na carreira. E você, está preparado para mudanças?  Divulgação/
Foto: Divulgação

A vida é cheia de surpresas, e, em muitos aspectos, pode mudar sem aviso prévio. No mundo das celebridades, isso é ainda mais comum.
Trocas de programas, guinadas na carreira, oportunidades diferentes. É assim, de um dia pro outro, que tudo acontece, e, às vezes, até o público sente o baque.

A mesma coisa pode acontecer com você. Sua rotina, seu trabalho, seu relacionamento e até seu endereço podem mudar de repente, e ter a consciência disso é um dos primeiros passos para lidar bem com as possíveis transformações.

Leia outras notícias sobre famosos e entretenimento


Quem orienta é a psicóloga e professora da Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul Lilian Weber, que ajuda Retratos da Fama a montar o teste: você está mesmo preparado para mudanças?

Mestre na arte de se reinventar

Foto: Alex Carvalho / TV Globo/Divulgação

Pedro Bial é mestre quando o assunto é se reinventar. Ele começou como jornalista na década de 1980, trabalhando no Jornal Hoje, Globo Repórter e Fantástico.

Como correspondente internacional, cobriu grandes eventos mundiais como a queda do Muro de Berlim. E deu início a uma nova fase em sua carreira em 2002, ao assumir o comando do Big Brother Brasil. Paralelo ao reality show, apresentou o Na Moral, entre 2012 e 2014, no qual recebia convidados para debater temas polêmicos da atualidade.

No fim de semana passado, assumiu uma atração que leva o seu nome no GNT e deixa a casa mais vigiada do país para ter um programa de entrevistas na TV Globo, com estreia prevista para 2017, no horário de Jô Soares.

– Estou muito entusiasmado com mais esta aventura. Falar em desafio é pouco. É um compromisso de manter o horário como um espaço livre para expressão e manifestação de opiniões – disse o apresentador.

A mala vai cheia:
– Levo comigo minha trajetória como jornalista, profissional de tevê, desde os tempos de repórter de rua até a minha experiência como apresentador do BBB. 

Em tempo: Bial se submeteu a uma cirurgia no coração em que foram feitas três pontes de safena. Segundo a TV Globo, ele passa bem.    

Versatilidade

Foto: Alex Carvalho / TV Globo/Divulgação

Os telespectadores estão tão acostumados a ver Glenda Kozlowski na tevê que muitos, talvez, não saibam que ela começou a sua carreira como atleta. Foi quatro vezes campeã mundial de body-boarding, além de ganhar outras disputas.

Em 1992, veio a sua primeira experiência na telinha, no canal Top Sport – que, mais tarde, se tornaria o SporTV. Glenda foi para a Globo em 1996 e, durante 15 anos, brilhou no Globo Esporte e Esporte Espetacular, além de participar de transmissões e coberturas de eventos como Copas do Mundo, Olimpíadas e desfile das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro.

Neste ano, a morena de 42 anos comprovou, mais uma vez, a sua versatilidade, durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, como narradora das competições de ginástica, natação e atletismo. Glenda, aliás, foi a primeira mulher a ocupar esta função na TV Globo.

E parece que a experiência deu certo: agora, ela deixa o time do Esporte Espetacular para se dedicar às narrações de eventos ao vivo, além de fazer reportagens e quadros especiais.

Virada de chaves

Foto: Félix Zucco / Agênrcia RBS

O novo desafio pode surgir de onde menos se espera. Foi o que aconteceu com Luciano Périco, que era repórter das torcidas da Rádio Gaúcha (600 AM e 93.7 FM) e, há pouco mais de uma semana, responde pelo cargo de narrador de futebol da RBS TV.

Apesar do desejo de ser narrador, o comunicador admite que o novo crachá o pegou de surpresa:

– Estou em um período de adaptação, como em qualquer grande mudança, e de muito aprendizado. Tem sido muito legal. Quando as pessoas do novo ambiente nos recebem bem, é uma grande ajuda. É o que está acontecendo comigo.

Além de se adaptar a um novo veículo, Lucianinho teve de mudar a sua rotina. Agora, as arquibancadas ficaram para trás, mas ele segue como âncora do Hoje Nos Esportes e do Show Dos Esportes da Gaúcha.

– Um trabalho diferente também é uma motivação nova. E a mudança também causa um crescimento pessoal – avalia o novo narrador, cheio de gás.

Pop

Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Referência dentro dos estúdios da Rádio Gaúcha (600 AM e 93.7 FM), especialmente na política, Kelly Matos, agora, é a nova repórter esportiva da rádio e atua nos estádios de futebol, junto à torcida do Inter.

– Nunca me acomodei quando dominava um assunto. Foi assim em 2011, quando mudei pra Brasília. Depois, quando voltei. E, agora, começo tudo do zero, outra vez - diverte-se a bela.

Mas a expectativa é grande:

- Me perguntaram se dá frio na barriga. Frio? Dá uma massa de ar polar inteira!

Retorno às origens

Foto: divulgação / divulgação

Com 15 anos de carreira, Wanessa Camargo já se aventurou por diversos estilos musicais sem medo das críticas. Ela já chegou a deixar o sobrenome da família de lado, mas voltou a usá-lo.

Depois de cantar em português e com estilo pop, inspirado em divas internacionais, a mais recente decisão foi dar voz ao seu lado romântico e voltar a cantar sertanejo. O ritmo consagrou o seu pai, Zezé Di Camargo, e o tio Luciano como dupla nacional.

– O tipo de música que eu fazia não combinava com português. Já com o caminho do pop no Brasil, eu não me identifico. Minha pegada é romantismo, e o sertanejo é uma marca forte do meu próximo álbum – explicou Wanessa ao jornal Extra, referindo-se ao seu CD que deve ser lançado neste semestre.

As críticas podem até existir. Mas a cantora nem dá bola:

– Sempre vai ter alguém achando que ainda é muito pop para ser sertanejo. Mas estou fazendo o que acredito.

Esteja aberto  para a vida!

Há alguns anos, a estabilidade era um pressuposto da vida. O plano de quase todo mundo era ter um emprego e um relacionamento estável – esta era a lógica social. Hoje, o cenário mudou bastante.

Por isso, é preciso acostumar-se com a fluidez da vida, conforme recomenda a psicóloga da Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul Lilian Weber:

– Se começamos a nos dar conta de que tudo pode acontecer com qualquer um, como perder um emprego ou terminar um relacionamento, sentimos o baque. Mas podemos lidar com as situações com mais facilidade. 

E não pense que só as coisas ruins geram preocupação:

– Qualquer situação que nos tira da zona de conforto, até aquelas que desejamos, podem causar estresse.

Faça o teste:


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.