Música

Silva e Dingo Bells tocam nesta sexta em Porto Alegre

Cantor capixaba e banda porto-alegrense se apresentam no Opinião

23/09/2016 - 08h12min | Atualizada em 23/09/2016 - 09h42min
Silva e Dingo Bells tocam nesta sexta em Porto Alegre Jorge Bispo/Divulgação
O cantor e multinstrumentista Silva fará um apanhado de seus três discos Foto: Jorge Bispo / Divulgação

A música popular brasileira em seu estado de experimentação toma o Opinião na noite desta sexta. No mesmo palco, mas em momentos diferentes, o capixaba Silva e os gaúchos da Dingo Bells mostram, a partir das 20h, trabalhos que reprocessam a MPB mirando o futuro. Os ingressos estão no segundo lote.

Leia mais
Ian e Thiago Ramil são indicados ao Grammy Latino
Lady Gaga lança clipe de "Perfect illusion", single de seu novo álbum


Prata da casa, a Dingo Bells precisou de apenas um disco para pular de promessa a realidade. Hoje, Rodrigo Fischmann (voz e bateria), Diogo Brochmann (guitarra) e Felipe Kautz (baixo) celebram o primeiro ano do début com Maravilhas da vida moderna, disco que mesclou influências de Tropicália, Motown e pop setentista – e figurou entre os melhores de 2015, levando o trio para palcos tão distintos como a versão brasileira do Lollapalooza e o Planeta Atlântida.

O currículo de Silva é um pouco maior. São três discos, (Claridão, de 2012, Vista pro mar, de 2013, e Júpiter, de 2015), uma penca de festivais nacionais e internacionais (Sonár São Paulo, Rock in Rio Lisboa, South by Southwest, Lollapalooza, entre outros) e parcerias com gente como Lulu Santos, Milton Nascimento, Tom Zé e, no momento, Marisa Monte.

– É dessas coisas boas que a música proporciona – explica Silva, em entrevista por telefone durante um rápido intervalo de gravação – Assustava, no começo, estar em contato com pessoas que são meus ídolos, ainda mais que eu nunca fui bom de marketing pessoal (risos). 

Apesar da estrada considerável, é a primeira vez que Silva canta em Porto Alegre. Chegou a visitar a cidade no ano passado, mas na ocasião acompanhou Gal Costa no espetáculo que homenageava Lupicínio Rodrigues. Agora, vem com show próprio, dando uma mostra da MPB pop com interferências eletrônicas que o destacou nos últimos anos.

– Como é a minha estreia em Porto Alegre, estruturamos um show com canções dos três discos, para dar uma amostra legal do que venho produzindo – ressalta.

No palco, Silva vem acompanhado por Rodolfo Simor (guitarra e synth), Jackson Pinheiro (baixo) e Hugo Coutinho (bateria).

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.