Tragédia na TV e na vida real

Velho Chico, uma novela marcada por perdas

Morte do ator Domingos Montagner marca a segunda perda do elenco desde que a trama iniciou

15/09/2016 - 19h38min | Atualizada em 15/09/2016 - 19h43min
Velho Chico, uma novela marcada por perdas Caiuá Franco / TV Globo/TV Globo
Foto: Caiuá Franco / TV Globo / TV Globo

A morte de Domingos Montagner é a segunda perda no elenco desde que Velho Chico estreou, em março deste ano. Em 27 de abril, o ator Umberto Magnani, que interpretava o padre Romão, morreu depois de sofrer um acidente vascular encefálico enquanto se preparava para gravar cenas da novela, no mesmo dia em que completou 75 anos. 

Na trama, ele foi substituído por Carlos Vereza, o atual padre Luís. Ainda não há informações sobre os rumos da história protagonizada por Montagner e que acaba sendo marcada por infelizes coincidências com a vida real. 

Leia mais:
Michele Pradella: enredo da vida real ainda mais cruel do que na ficção
Famosos lamentam morte de Domingos Montagner

Na história de Benedito Ruy Barbosa, recentemente, Santo desapareceu nas águas do rio São Francisco, depois de sofrer um atentado. Tereza, interpretada por Camila Pitanga, foi quem procurou incansavelmente pelo seu amado, percorrendo o rio de cima a baixo até encontrá-lo com vida em uma aldeia indígena. 

Quis o destino que a intérprete da personagem estivesse com o colega e amigo na hora da tragédia. Segundo o jornal Extra, Uma funcionária da produção da novela relatou o desespero da atriz:

_ Ela ficou desesperada, gritando pelo nome do colega. 

E as semelhanças entre ficção e realidade não param por aí. No começo de Velho Chico, batizada com o apelido do rio, Encarnação (Selma Egrei) perdeu um filho que desapareceu na águas do São Francisco e nunca foi encontrado.  

Leia mais notícias de entretenimento


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.