De vareio

"The voice Brasil": lá vem a Claudinha de novo, virou passeio 

Técnica venceu quatro de suas cinco batalhas, enquanto o baiano perdeu todas as quatro disputas em que entrou

02/12/2016 - 01h09min | Atualizada em 02/12/2016 - 09h48min
"The voice Brasil": lá vem a Claudinha de novo, virou passeio  Reprodução / Globo/Globo
Foto: Reprodução / Globo / Globo

Quem viu Claudia Leitte tendo dificuldade em completar seu time nas audições às cegas teria dificuldade em prever o que aconteceu no episódio desta noite de The voice Brasil. No primeiro episódio de disputa entre os técnicos, temperado pelo começo das transmissões totalmente ao vivo do reality, a técnica carioca simplesmente atropelou seus adversários e venceu quatro das cinco batalhas que participou. Carlinhos Brown, por sua vez – justo ele, que parecia ter formado uma das equipes mais fortes do programa – perdeu logo quatro vozes (as quatro que ele mandou para batalha), duas para Claudinha. Em determinado momento, a mente do treinador deve ter lembrado de Galvão Bueno, no fatídico 7x1:

– O que é isso? Lá vem a Claudinha de novo. Virou passeio...

Leia mais:
Nova fase do The voice começa nesta quinta, com quatro gaúchos na competição
The voice Brasil: precisamos falar sobre o técnico Lulu Santos 
Claudia Leitte elogia galãs do The voice: "A gente tá de dieta, mas pode olhar o cardápio"

Claudinha só perdeu na batalha em que mandou Sih – momento que marcou a despedida da menina que foi tirada da depressão por causa do reality, um dos mais emocionantes do programa até agora. Não à toa, derrota para uma das favoritas no programa, desde já: Jade Baraldo, que cantou uma versão impressionante da soturna Creep, do Radiohead. Com Danilo Franco (que cantou uma versão surpreendente de Your song, clássico de Elton John), Mylena Jardim (com apenas 17 anos, desbancou a "rainha do brega" Nira Duarte, como chamou Thiago Leifert – por sinal, grande perda para o programa), o cubano Alexey e Gabriel Corrêa (numa performance que arrancou só elogios dos técnicos), Claudia conseguiu desbancar músicos dos times de Lulu e Brown.

Não que as vozes de Brown tenham decepcionado: Cinthia Ribeiro usou seu vozeirão e sua desenvoltura no palco para cantar Você me vira a cabeça; Aretha Lima deu uma roupagem de Etta James à Rock with you de Michael Jackson; Lilian e Layane fizeram o que sabem fazer de melhor: brincar com suas vozes e abusar do carisma no palco; enquanto Nira Duarte foi, de fato, rainha com sua interpretação de Ex mai love, de Gaby Amarantos. 

 Mas a tendência agora é esta: muita gente boa vai ficar de fora. E Teló e Lulu que se cuidem com Claudinha. Porque, se dessa vez a técnica meteu um 4 a 1, nada impede que o placar para ele chegue aos 7. E aí vira passeio.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.