Coluna Spoiler

Conheça um serviço similar à Netflix que é gratuito para muita gente

Com um catálogo de 15 mil títulos, Claro Video está disponível sem custos adicionais para clientes da Claro e da Net

Por: Priscila de Martini
13/03/2017 - 22h46min | Atualizada em 14/03/2017 - 17h29min
Conheça um serviço similar à Netflix que é gratuito para muita gente Reprodução/Reprodução
Página inicial do Claro Video Foto: Reprodução / Reprodução  

A gente ama tanto a Netflix, com seu grande catálogo disponível para ver séries quando a gente quer, que, às vezes, esquece que há outros serviços on demand por aí. Hoje reservei a coluna para falar sobre um deles, do qual nunca ouço nada a respeito — o que é estranho, porque o dito tem um cardápio apetitoso e, melhor, é de graça para muitos viventes. O nome: Claro Video.

Minhas sugestões: 10 boas séries para assistir no Claro Video

Se você é cliente da operadora Claro ou da Net (seja TV a cabo ou banda larga), tem esse serviço incluso no seu pacote sem pagar um centavo a mais (pelo menos por enquanto). Basta fazer um cadastro no site clarovideo.com.br, e o sistema vai reconhecê-lo. Também é possível acessar o Claro Video via Now. Dê uma procurada: é provável que sua smart TV já tenha o aplicativo instalado.

Mais da coluna Spoiler
Sete séries de zumbi para todos os gostos
Séries que você pode começar e terminar em um feriado
Esnobadas pela crítica, séries que contam um caso por episódio agradam ao público

Pois bem, a assessoria da operadora me informou que o catálogo conta com "mais de 15 mil filmes, seriados, shows e diversos conteúdos audiovisuais". Analisando a oferta de séries, vi vários títulos que não estão disponíveis na Netflix, incluindo a "exclusividade" Mozart in the Jungle, que deixou de ser quando o Amazon Prime foi lançado no Brasil recentemente. Mas outras várias também estão no cardápio da concorrência.

Depois de uma semana de uso, posso dizer que adorei o serviço, que dá uma renovada no ânimo de quem já estava um tanto farto das opções da Netflix. Mas a plataforma on demand da Claro precisa de alguns ajustes para o espectador ter uma experiência melhor. Enumero os problemas que encontrei. 1) De dois em dois dias, mais ou menos, o aplicativo da TV pede usuário e senha novamente, o que é um incômodo se você precisa digitar com o controle remoto. 2) A página de entrada dos títulos é muito confusa; a regra deve ser menos informação desnecessária e mais funcionalidade. 3) O app trava mais do que deveria. 4) As legendas deixam muito a desejar.

Fora isso, é só alegria!

"The Big Bang theory" destronada

Depois de receber várias indicações ao Globo de Ouro no meio da temporada de estreia e ser renovada para mais dois anos logo de cara, This Is Us conseguiu mais um feito na semana passada: destronouThe Big Bang Theory, a série mais popular da TV aberta americana há anos.

O drama familiar ultrapassou a comédia nerd no key demo, que mede a proporção de pessoas entre as idades de 18 a 49 que assistiram à série naquele dia. Esse dado é mais importante do que a audiência absoluta porque é o que os anunciantes olham — e é isso, no fundo, que define se uma produção será ou não renovada. This Is Us fez 4,2; TBBT, 3,9.

Lembrando que This Is Us ainda não estreou no Brasil.

VEM POR AÍ

Com o anúncio de que Game of Thrones retorna para a sétima temporada em 16 de julho na HBO, vale retomar algumas datas importantes, mas da Netflix.

Punho de Ferro, série com o último Defensor, estreia nesta sexta-feira, 17 de março.

Sense 8, segunda temporada, 5 de maio.

House of Cards, quinta temporada, 30 de maio.

Orange Is the New Black, quinta temporada, 6 de setembro.

Mindhunter, nova série da Netflix produzida por David Fincher, em outubro.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.