Vem aí

Maria Fernanda Cândido estreia na TV Cultura, "Supermax" no Exterior e mais novidades da TV  

Atriz apresentará "TERRADOIS" ao lado do psicanalista Jorge Forbes

17/03/2017 - 15h33min | Atualizada em 17/03/2017 - 15h35min
Maria Fernanda Cândido estreia na TV Cultura, "Supermax" no Exterior e mais novidades da TV   Jair Magri / TV Cultura, divulgação/TV Cultura, divulgação
Foto: Jair Magri / TV Cultura, divulgação / TV Cultura, divulgação  

Maria Fernanda Cândido estreia na TV Cultura, na próxima terça-feira, às 22h30min, com um programa que vai mesclar dramaturgia e debate para falar sobre a pós-modernidade. Em TERRADOIS a atriz terá a companhia do psicanalista Jorge Forbes para falar sobre temas como afeto, trabalho x vida pessoal e mundo digital.

Leia mais:
"BBB 17": as chances dos gaúchos Emilly, Marcos e Ieda de chegar na final do reality show
Taís Araújo e Karol Conka no GNT: a importância da representatividade na TV

A proposta da atração é, além de uma discussão sobre o tema do episódio, fazer uma montagem sobre o assunto. Todo o processo criativo do programa será apresentado.

— Pensamos que o formato entrevista, comigo e o Forbes conversando, já tinha sido muito explorado. Fomos criando juntos e chegamos à definição de ter um episódio por programa, com um tema definido. E utilizar a força da dramaturgia para mostrar situações. Depois pensamos em fazer uma leitura do texto da peça numa mesa, para que os atores também pudessem contribuir, falar sobre o assunto tratado. Depois vem a peça propriamente dita e aí no terceiro bloco eu e o Forbes assistimos e discutimos o assunto — explica Maria Fernanda.

Além fronteiras
Depois do projeto Supermax, a Globo mira tornar-se um polo de produções internacionais com foco no mercado hispânico. Já está em estudo um projeto para série em inglês, além de seis obras já em andamento. A ideia é gravar tudo nos Estúdios Globo, no Rio.

Aliás, a versão em espanhol de Supermax vai estrear em abril na Argentina e na Espanha. O projeto internacional da série já exibida no Brasil tem direção do argentino Daniel Burman e conta com elenco de fora do país — do Brasil, apenas dois atores Laura Neiva e Felipe Hintze.

Sucesso brazuca

Foto: Pedro Saad / Netflix,Divulgação


Primeira produção brasileira da Netflix, 3% é a série de língua não-inglesa mais assistida nos Estados Unidos, desde seu lançamento, em 25 de novembro. Além dos americanos, a trama que fala de um Brasil distópico e futurista já conquistou fãs na Austrália, no Canadá, na França, na Itália, na Coréia do Sul e Turquia.

Dirigido por Cesar Charlone e escrita por Pedro Aguilera, 3% já tem segunda temporada garantida pelo serviço de streaming.

Melhor da semana
A série Quem Sou Eu? do Fantástico é bastante informativo e esclarecedor. Apresentadas por Renata Ceribelli, as reportagens contam histórias de pessoas transgêneros em diferentes fases da vida, ressaltando a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual.

Pior da semana
Sol Nascente chegará ao fim na próxima terça-feira exatamente como começou: sem empolgar. A trama das seis, apesar de contar com um elenco muito bom, é muito fraca, com histórias frágeis, folhetinescas e previsíveis. Tentou-se fazer arroz com feijão, mas algo deu errado com a receita.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.