BBB 17

Marcos nega ter entrado com habeas para suspender processo de agressão contra Emilly

De acordo com a versão inicial, agora negada por ele, a delegada Viviane da Costa não teria atribuição para presidir o inquérito e Emilly não o acusou formalmente. Polícia Civil indiciou o gaúcho por conta das lesões na vencedora do reality.

Por: José Augusto Barros
19/04/2017 - 18h57min | Atualizada em 19/04/2017 - 19h02min
Marcos nega ter entrado com habeas para suspender processo de agressão contra Emilly Reprodução/TV Globo/Divulgação
Foto: Reprodução / TV Globo/Divulgação  

Após ser indiciado por lesão corporal, com base na Lei Maria da Penha, pela agressão à estudante, também gaúcha, Emilly Araújo dentro da casa do Big Brother Brasil 17, o médico Marcos Härter fez uma postagem, em seu Instagram, na qual nega ter entrado com um pedido de habeas corpus para suspender as investigações do caso.

"Nego veementemente qualquer medida nesse sentido", afirmou o gaúcho, na postagem.

Porém, a delegada delegada Márcia Noeli, diretora da Divisão de Atendimento à Mulher da Polícia Civil do Rio - responsável por todas as Delegacias da Mulher do Rio de Janeiro - afirmou que o habeas foi realmente impetrado, "por um advogado, que não se sabe se é dele (Marcos) ou não"

Leia mais

Emilly depõe em delegacia da mulher sobre caso de agressão no "BBB 17"
Após ser expulso do "BBB 17" e depor em delegacia no Rio, Marcos recebe apoio: "Estamos com você"

Em entrevista por telefone ao Diário Gaúcho, nesta tarde, a delegada informou que sua colega, Viviane Costa, responsável pelo inquérito, ouviu Marcos e Emilly e recebeu o laudo de lesões corporais feito na gaúcha, que deu resultado positivo.

— A delegada Viviane fez um relatório final, diante das provas, indiciando o Marcos. Há indícios de que ele é autor de violência doméstica, em conformidade com a Lei Maria da Penha — afirmou Márcia. 

Segundo a delegada, caso Marcos seja condenado, pode pegar de um a três anos de prisão. Contatadas, as famílias de Marcos e Emilly não responderam mensagem nem atenderam as ligações da reportagem.

Leia mais sobre famosos e entretenimento