Mundo Livro

Trilogia de Carrascoza, contos de Olavo Amaral e coletânea de Dostoiévski: confira lançamentos literários

Saiba mais sobre novidades literária que estão chegando às livrarias

Por: Carlos André Moreira
12/05/2017 - 07h00min | Atualizada em 12/05/2017 - 07h00min


Foto: Editoras / Divulgação

TRILOGIA DO ADEUS
De João Anzanello Carrascoza
Caixa reunindo três novelas do escritor paulista João Anzanello Carrascoza. Cada uma delas uma variação do tema do amor e da distância entre pais e filhos. Caderno de um Ausente, o primeiro livro, lançado em 2014 e premiado com o Jabuti, é composto na forma de uma carta de um pai para sua filha recém-nascida, já que, pai tardio, prevê a possibilidade de não estar presente muito tempo na vida da filha. O segundo volume, Menina Escrevendo com Pai, recupera os mesmos personagens pela voz da filha, Beatriz, que narra a vida que teve ao lado do pai. Já A Pele da Terra é narrado pelo irmão de Beatriz, o filho mais velho do primeiro narrador, que aborda a relação com seu próprio filho. (Alfaguara, 400 páginas, R$ 69,90)

DICIONÁRIO DE LÍNGUAS IMAGINÁRIAS
De Olavo AmaralContista de mão segura, o gaúcho radicado no Rio Olavo Amaral lança este seu terceiro volume de narrativas curtas. Depois de Estática (2006) e Correnteza e Escombros (2012), Amaral apresenta neste livro 10 histórias, em um projeto unificado pela ideia de abordar aspectos intrigantes dos idiomas como construção humana. Em uma das histórias, por exemplo, um antropólogo do século 19 tenta convencer uma tribo sul-americana a adotar em seu idioma conceitos de movimento como ¿ida¿ e ¿volta¿, inexistentes para os indígenas. Em outra, refugiados em uma travessia veem os demais como ameaças por não falarem a mesma língua. (Alfaguara, 128 páginas, R$ 39,90)

CONTOS REUNIDOS
De Fiódor Dostoiévski

CONTOS REUNIDOS, de Fiódor DostoiévskiEste volume reúne toda a produção de narrativas curtas ao longo da vida do mestre russo Fiódor Dostoiévski (1821 - 1881), mais conhecido pela abrangência de sua fenomenal obra romanesca, como Os Demônios, Crime e Castigo e Os Irmãos Karamázov. São 28 textos e nem todos se encaixam estritamente na definição clássica de ¿conto¿. São novelas, narrativas breves e peças ficcionais escritas para a imprensa, como o periódico Diário de um Escritor, editado pelo próprio Dostoiévski entre 1873 e 1881. São narrativas em que se pode ver Dostoiévski reagindo a questões de seu tempo e experimentando temas e tratamentos que mais tarde usaria na plenitude em seus romances. Vários tradutores (Editora 34, 552 páginas, R$ 89)

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.