Tele Tudo

Coluna Spoiler: por que "Gypsy" foi cancelada tão rapidamente pela Netflix

Cancelamento do drama psicológico protagonizado por Naomi Watts veio apenas seis semanas depois de sua estreia na plataforma on demand

Por: Priscila de Martini
15/08/2017 - 19h00min | Atualizada em 15/08/2017 - 19h00min
Coluna Spoiler: por que "Gypsy" foi cancelada tão rapidamente pela Netflix Alison Cohen Rosa/Netflix,divulgação
Naomi Watts interpreta uma terapeuta em "Gypsy" Foto: Alison Cohen Rosa / Netflix,divulgação  

Os assinantes da Netflix tiveram um novo desgosto na sexta-feira passada, quando a empresa cancelou mais uma de suas séries originais. Desta vez, até quem não curtiu muito o drama psicológico Gypsy, estrelado por Naomi Watts, protestou contra o fim abrupto dado à produção — o mais rápido da história da companhia, apenas seis semanas depois da estreia. A reclamação é de que Reed Hastings, Ted Sarandos & cia. não têm mostrado muita consideração com seus clientes ao deixar um número cada vez maior de séries sem desfecho.

A verdade é que a Netflix está se aproximando a passos largos das emissoras de TV tradicionais. Se o programa não registrou a audiência esperada, o nicho que gostou vai ficar sem o final da história, mesmo. Claramente, este foi o caso de Gypsy, que passou meio batida tanto por público quanto por crítica.

Leia mais da coluna SPOILER
Descubra boas séries seguindo os superprodutores da TV americana
Por que a maioria dos cancelamentos de séries vem para o bem
Cancelamento de "Sense8" seria um indício de que as coisas mudaram na Netflix?

Na série, a terapeuta Jean Holloway (Naomi) cria uma personagem para se relacionar com as pessoas que são objeto das sessões com seus pacientes, em um jogo doentio de manipulação, dissimulação e dependência dentro e fora do consultório. Muita gente achou a trama lenta e até chata, outros não conseguiram gostar da protagonista. Seja como for, Gypsy virou mais uma fatalidade desse novo momento da gigante de entretenimento.

CONFIRA MAIS DO MUNDO DAS SÉRIES

"Hannibal" pode voltar

Dois anos após o fim, os criadores de Hannibal agora estão livres da NBC para tentar procurar uma nova casa. Bryan Fuller disse, no Twitter, que a produtora executiva Martha De Laurentiis deu início a "conversas" sobre viabilizar uma quarta temporada, mas que esse tipo de coisa "leva tempo". Estamos aqui, de dedos cruzados, torcendo para que alguma emissora (ou serviço de streaming) ressuscite a incrível produção protagonizada por Mads Mikkelsen (foto no alto) e Hugh Dancy — que sempre foi muito ousada para os padrões da TV aberta americana.

Nova chance para o vilão?

Jessica Jones voltará no início de 2018, mas já temos uma boa notícia: o maravilhoso David Tennant marcará presença. Isso apesar de — SPOILER! — seu personagem, Kilgrave, ter sido morto no final da primeira temporada. Será que o vilão aparecerá em flashbacks ou, de alguma forma, teria a capacidade de reviver (ou não morrer)? Uma possibilidade, levantada por fãs, é a de que Kilgrave terá poder de cura, tal qual o Púrpura nos quadrinhos.

Leia todas as colunas Spoiler

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.