O novo sonho

Diego Souza é o alvo do Grêmio para reforçar o meio-campo

Com possível queda do Vasco na Libertadores, meia poderia retornar ao Estádio Olímpico

13/05/2012 | 21h51
Diego Souza é o alvo do Grêmio para reforçar o meio-campo André Portugal, divulgação/fotocom.net/
Com possível queda do Vasco na Libertadores, Diego Souza poderia retornar ao Grêmio Foto: André Portugal, divulgação/fotocom.net

Se os planos da direção derem certo, o meio-campo do Grêmio passará por uma profunda modificação para o Brasileirão. Além de Zé Roberto, que já terá condições de participar das primeiras rodadas do campeonato, em face da antecipação da janela de transferências, outro acréscimo cogitado é Diego Souza, do Vasco.

O sucesso da investida depende do andamento da Libertadores. Caso pare no Corinthians nas quartas de final, o Vasco perderá arrecadação e poderá passar por um processo de desmanche. Outro jogador cuja permanência não é certa em São Januário, caso o Vasco não avance na competição, é o atacante Éder Luís.

Os primeiros contatos para a volta de Diego Souza, que atuou no Grêmio em 2007, já foram mantidos com o vice de futebol José Hamilton Mandarino. Diretor-geral (CEO) do Grêmio e com passagem pelo Vasco, Cristiano Koehler diz desconhecer o caso e nega com veemência que tenha partido dele a iniciativa de procurar o dirigente do clube carioca.

Afirma que rumores desse tipo podem desestabilizar o Vasco numa etapa decisiva da Libertadores. Acrescenta que Diego Souza atua hoje em posição mais adiantada dentro de campo, quase como um segundo atacante, onde concorreria com Kleber, que está em fase final de recuperação de cirurgia.

— Sabemos que a multa rescisória de Diego Souza é muito alta. Mas é um jogador que justifica um investimento — comenta outro dirigente, sem esconder seu entusiasmo com a perspectiva da contratação.

Com a entrada de Zé Roberto, Marco Antônio passará para a reserva. Um eventual acerto com Diego Souza abriria uma disputa por vaga entre Souza e Léo Gago. As duas alterações irão acrescentar maior qualidade técnica ao meio-campo. Conforme avaliação feita pelo técnico Vanderlei Luxemburgo na semana passada, hoje o time hoje é pesado, "sem esmero técnico".


Passagens de Diego Souza por clubes brasileiros desde 2007:

No Grêmio
Trazido do Benfica, chega ao Grêmio em dezembro de 2006, onde sagra-se campeão gaúcho de 2007 e vai à decisão da Libertadores do mesmo ano, contra o Boca Juniors.

No Palmeiras
Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, faz parte do grupo do Palmeiras que ganha o Campeonato Paulista de 2008. Na temporada seguinte, atuações destacadas pelo Palmeiras o levam a ser convocado por Dunga para o jogo contra a Bolívia, pelas Eliminatórias da Copa da África. Em partida contra o Atlético-MG, marca um gol do meio de campo. É eleito pela CBF o craque do Brasileirão.

No Atlético-MG
Deixa o Palmeiras em maio de 2010, brigado com a torcida. Em junho, por R$ 6,6 milhões, vai para o Atlético-MG, onde chega a trabalhar com Dorival Jr. A trajetória é discreta.

No Vasco
Em março de 2011 vai para o Vasco, onde ajuda a conquistar a Copa do Brasil. Em setembro, é convocado por Mano Menezes para amistoso contra a Argentina. Termina o ano como vice-campeão brasileiro.


 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.