1 a 0

Com golaço de Conca, Fluminense vence Santos e retoma vice-liderança

Apenas 4.789 torcedores foram ao Raulino de Oliveira assistir ao duelo entre paulistas e cariocas

20/07/2014 | 20h44
Com golaço de Conca, Fluminense vence Santos e retoma vice-liderança Paulo Sergio/ Lancepress!/
Conca fez o único gol do jogo em Macaé Foto: Paulo Sergio/ Lancepress!

Diante de apenas 4.789 torcedores presentes no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense fez o dever de casa e derrotou o Santos pelo placar de 1 a 0. O argentino Conca, em chute de fora da área, marcou o único gol da partida, válida pela 11ª rodada do Brasileirão.

Com a vitória, o Tricolor assumiu a segunda posição na tabela de classificação do Brasileirão. O Flu esteve na vice-liderança ao longo da parada para a Copa do Mundo, mas perdeu tal posto após a derrota para o Criciúma na última rodada.

Confira a tabela completa do Brasileirão

O Peixe, por sua vez, perdeu a chance de entrar no G-4. A última vez em que o Santos esteve na zona de classificação à Libertadores foi em 2010, há longínquas 132 rodadas. Atualmente, a equipe alvinegra ocupa a oitava posição, sendo ultrapassada pelo Atlético-PR e pelo próprio Fluminense.

Ambas as equipes voltam a campo no próximo fim de semana, pela 12ª rodada do Brasileirão. No sábado, às 18h30, o Santos recebe a Chapecoense na Vila Belmiro. No domingo, às 16h, o Fluminense visita o Atlético-PR na Arena da Baixada.

O JOGO
O primeiro tempo foi complicado de ser visto pelos menos de cinco mil torcedores presentes no Raulino de Oliveira. Sem inspiração, cariocas e paulistas não criaram qualquer chance clara de gol.

O Fluminense, um pouco melhor em campo, teve mais posse de bola. Com Walter excessivamente isolado na frente, Conca se destacou na armação de jogadas e Rafael Sóbis na disposição e movimentação em torno da grande área.

O Santos, por sua vez, tentou triunfar com base na velocidade. Lucas Lima e Gabriel foram os melhores jogadores nos primeiros 45 minutos, tentando efetivamente colocar o Peixe à frente no placar.

Na segunda etapa, com direito a troca de uniforme por parte do Fluminense (o número 1 deu lugar ao número 2), os cariocas partiram definitivamente para o ataque. Aos oito minutos, um presságio daquilo que ainda viria a se concretizar: Sóbis cruzou e, após bate e rebate na pequena área, Cícero, ex-Santos, estufou as redes de Aranha. O árbitro, no entanto, anulou o gol devido a uma falta de Gum.

Oito minutos depois, aos 16, a torcida tricolor enfim pode comemorar. O argentino Conca, destaque do Flu desde o primeiro tempo, acertou uma bomba de fora da área, sem chance de defesa para Aranha, marcando um golaço em Volta Redonda.
Nos minutos que se seguiram até o apito final, o Santos foi quem mais atacou.

Substituto de Geuvânio, Jorge Eduardo teve duas boas chances. No entanto, a falta de pontaria aliada à crônica dificuldade de criação do Peixe não permitiram que o 1 a 0 do placar se modificasse.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.