Tudo igual

Primeiro Gre-Nal do Brasileirão de 2013 teve Renato, Dunga e empate na Arena

No clássico disputado na 11ª rodada, o Inter era quinto e o Grêmio sétimo colocado

06/08/2014 | 06h01
Primeiro Gre-Nal do Brasileirão de 2013 teve Renato, Dunga e empate na Arena Jefferson Botega/Agencia RBS
Barcos e Juan em disputa de lance no clássico do dia 4 de agosto de 2013 Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

O primeiro Gre-Nal do novo Beira-Rio marcará o reencontro de Felipão e Abel Braga nas casamatas após 19 anos. No ano passado, na "inauguração" do clássico na Arena, foi a vez de dois ex-jogadores que marcaram época na Dupla comandarem as equipes: Renato e Dunga. O jogo terminou empatado em 1 a 1.

Colorado ZH: o Inter é o favorito no Gre-Nal, e daí?
Gremista ZH: o maior desafio de Felipão é ensinar o que é o Grêmio
Escale seu time para o Gre-Nal 402 e compartilhe nas redes sociais
Confira a tabela do Brasileirão

A partida foi válida pela 11ª rodada do Brasileirão, no dia 4 de agosto de 2013. As campanhas de Inter e Grêmio eram próximas. O Colorado ocupava a quinta colocação, com 18 pontos — cinco vitórias, três empates e duas derrotas — e aproveitamento de 60%.

O Tricolor estava em sétimo, com 15 pontos — quatro vitórias, três empates e três derrotas — e aproveitamento de 50%. Após o 1 a 1, o Inter subiu para quarto e o Grêmio caiu para nono.

No domingo, Inter e Grêmio se enfrentam pela 14ª rodada. Na terceira posição com 25 pontos, os colorados têm 64% de aproveitamento. Com duas derrotas seguidas, os gremistas caíram para a 10ª colocação, com 19 pontos e 48% de aproveitamento.

O clássico da Arena

Vindo de uma derrota fora de casa para o Corinthians, Renato escalou o Grêmio pela primeira vez no esquema 3-5-2, formação que seria adotada para o restante da competição. Sem Zé Roberto e Vargas, lesionados, a ideia era liberar Pará e Alex Telles para subir ao ataque. Aos 17 minutos, Kleber foi derrubado na área por Willians. Aos 18, Barcos cobrou e abriu o placar.

Porém, a superioridade azul mal pôde ser comemorada. Três minutos depois, Willians se desgarrou pela direita, passou como quis por Alex Telles e Adriano e cruzou na medida para Leandro Damião completar. Adriano, aliás, seria substituído ainda no primeiro tempo por Ramiro.

No intervalo, Dunga trocou Ednei por Fabrício. Jorge Henrique foi para a lateral direita e Kleber subiu ao meio-campo. Então, o time de Renato passou a jogar em cima de Jorge Henrique, que acabou expulso aos 30 minutos após falta em Barcos.

Apesar da superioridade numérica, o Grêmio pouco ameaçou o gol de Muriel. Nos acréscimos, dois cartões vermelhos (Fabrício e Werley) fecharam um confronto bastante disputado, o primeiro clássico da Arena.

GRÊMIO 1

Dida; Werley, Rhodolfo e Bressan; Pará, Adriano (Ramiro, aos 39'/1º), Riveros (Paulinho, aos 36'/2º), Elano (Maxi Rodríguez, 26' /2 º) e Alex Telles; Kleber e Barcos

Técnico: Renato

INTER 1

Muriel; Ednei (Fabrício, intervalo), Ronaldo Alves, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Jorge Henrique e D' Alessandro; Forlán (Scocco, aos 23'/2º) e Leandro Damião.

Técnico: Dunga

Público: 40.054 mil pessoas

*ZHESPORTES

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.