1 a 0

Com gol de Rodrigo Pimpão, Botafogo bate o Vitória fora de casa

Com resultado, Inter pode ultrapassar o time baiano se vencer o América-MG

Por: Lancepress
18/09/2016 - 20h46min

O Botafogo não fez uma boa partida neste domingo, no Barradão, em Salvador, contra o Vitória. Mas contou com a grande atuação do goleiro Sidão, com ótimas intervenções e um pênalti defendido, e a raça do atacante Rodrigo Pimpão, que começou o jogo no lugar de Neilton e fez o gol da vitória. Com isso, o Fogão saiu da Bahia com o triunfo por 1 a 0 que o levou aos 38 pontos, aparecendo na metade de cima da tabela. O resultado beneficiou o Inter, que, se vencer o América-MG, irá ultrapassar o Vitória.

Leia mais
Confira a tabela completa do Brasileirão
Flamengo bate o Figueirense no Pacaembu
América-MG x Inter: tudo o que precisa saber para acompanhar a partida

O JOGO

O Botafogo entrou com surpresas na escalação. Pimpão no ataque no lugarde Neilton, vetado, e Emerson na lateral-direita. Os primeiros minutos não foram bons, pois o Vitória soube anular as jogadas ofensivas dos cariocas e dominou sem problemas o setor de criação.

Os baianos quase marcaram em duas oportunidades com Marinho que o goleiro Sidão salvou. A primeira aos 27, quando o camisa 7 do Vitória entrou pela esquerda e chutou para o goleiro mandar a escanteio. E aos 30 em cobrança de falta que Sidão salvou com o pé.

O goleiro do Botafogo já era o cara do jogo e brilhou intensamente aos 41. Zé Love foi derrubado na área por Victor Luís. Pênalti que Diego Renan cobrou e Sidão voou para espalmar.

O Botafogo não fazia por merecer, mas acabou achando o gol aos 44 minutos. Um lançamento em profundidade de Camilo na lateral-direita encontrou Pimpão na ponta esquerda. Aí o atacante deu um show para fazer o gol com muita raça. Ganhou a dividida pelo alto com o lateral Diego Matheus; em seguida a bola correu, mas Pimpão conseguiu chegar na frente de Vinícius, dando um lençol no zagueiro; por fim, levantou o pé para ganhar a disputa com o goleiro Fernando Miguel, que saiu para o abafa, e o zagueiro Ramon, que tentava a cobertura. A bola entrou apesar de todo o esforço de Vinícius para tentar salvar.

No segundo tempo o Botafogo se segurou na defesa. Chutões para o alto rechaçando as bolas, nenhuma criação, eventuais ligações diretas para Pimpão, Canales ou Núñez e alguma sorte foram suficientes para garantir o bom resultado.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.