Clássico lotado

Direção da Arena projeta recorde de público no Gre-Nal 411

Restam apenas 650 pares de ingressos para a torcida mista e outros 700 para os camarotes

Por: Rádio Gaúcha
18/10/2016 - 21h36min | Atualizada em 18/10/2016 - 21h54min
Direção da Arena projeta recorde de público no Gre-Nal 411 Carlos Macedo/Agencia RBS
Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Contra o Corinthians, a Arena recebeu 50.134 torcedores e bateu o seu recorde de público no estádio. No próximo domingo, às 17h, o Grêmio recebe o Inter pretendendo mais uma vez superar a marca de presença máxima. Em entrevista ao programa Show dos Esportes, o diretor-presidente da Arena, Marcelo Jorge, confirmou que restam pouquíssimos ingressos para o clássico 411.

– Se depender da torcida, a festa do domingo estará fantástica. A Arena vai virar um caldeirão. Foram colocados à venda 34 mil ingressos e restam apenas 1,3 mil (650 pares) para torcida mista. A nossa projeção é de 48 a 50 mil pessoas no estádio – disse Jorge. 

Leia mais:
Arena antecipa abertura de bilheterias para venda de ingressos da torcida mista no Gre-Nal
Definido o árbitro que apitará o Gre-Nal deste domingo
Caso avance na Copa do Brasil, Grêmio deve utilizar reservas no Gre-Nal

Vale lembrar que, além do setor misto, ainda restam 700 entradas para os camarotes. Nesta quarta-feira (19), as bilheterias do setor leste da Arena abrem das 11h às 18h também para o torcedor que não é associado.

– Uma novidade em relação a torcida mista: nos clássicos anteriores, a venda era exclusiva para sócios. Em função da busca pela vaga na Libertadores e da situação do Internacional na tabela, abrimos isto também para o torcedor geral. Em função da grande demanda, antecipamos a venda de ingressos para amanhã – comentou. 

Para os sócios, também é possível adquirir o ingresso através do site da Arena

– Com certeza vamos bater a marca do jogo contra o Corinthians, que é o recorde de público da Arena – projetou o dirigente.



 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.