Soberano

Santos faz 1 a 0 sobre o São Paulo no Pacaembu

Santistas vencem a 15ª consecutiva no estádio e chegam aos 54 pontos no Brasileirão

Por: Lancepress
13/10/2016 - 23h52min | Atualizada em 13/10/2016 - 23h52min
Santos faz 1 a 0 sobre o São Paulo no Pacaembu Ivan Storti/Santos,Divulgação
Foto: Ivan Storti / Santos,Divulgação

O Pacaembu atualmente só tem um dono: chama-se Santos Futebol Clube. Nesta quinta-feira, o time da Baixada comprovou sua soberania no palco com mais uma vitória sobre o rival São Paulo: 1 a 0.

O Pacaembu é do Santos porque mesmo quando joga mal, o time vence. O gol de Copete, no minuto inicial do segundo tempo, foi um dos raros momentos de brilho do Peixe, acostumado a encantar. Jean Mota, Lucas Lima, Copete... Mas o que é importa é que já são 15 triunfos consecutivos no estádio. Esse faz o time de Dorival Júnior seguir sonhando com o título do Campeonato Brasileiro e cada vez mais próximo de uma vaga na Libertadores. São 54 pontos, quase 20 a mais do que o São Paulo. Com 36, o Tricolor mantém o drama de brigar contra o rebaixamento. 

Leia mais:
Com arbitragem polêmica, Flamengo supera o Fluminense e fica mais perto da liderança
Atlético-MG vence o América e segue na cola dos primeiros colocados 
Em Araraquara, Palmeiras e Cruzeiro ficam no 0 a 0

O Pacaembu é do Santos porque o São Paulo permitiu. A equipe de Ricardo Gomes poderia ter aberto vantagem na primeira etapa, quando foi superior, mas novamente pecou nos metros finais até o gol. Novidade do time, o atacante Robson foi quem mais chegou perto com duas boas chances. E Chavez, ah Chavez... O argentino, assim como contra o Flamengo, teve a chance de ouro em seus pés no fim do jogo, mas, cara a cara com Vanderlei, conseguiu chutar para fora. Inacreditável... 

O Pacaembu é do Santos porque qualquer vacilo pode custar caro para o adversário. O São Paulo deu a saída no segundo tempo, mas antes de um minuto, Copete já estava na cara de Denis. A marcação do Tricolor foi mal e o goleiro, mal posicionado, contribuiu: o colombiano foi para o abraço. 

O Pacaembu é do Santos porque, na soma dos dois clássicos no estádio, o time foi soberano: 4 a 0 no placar agregado, contando os 3 a 0 do primeiro turno. 

Nem a força da torcida do São Paulo, que fez sua parte praticamente lotando o Pacaembu, foi capaz de empurrar o time de Ricardo Gomes. O Tricolor não joga mal, mas a recuperação fica cada vez mais difícil. Carlinhos machucou de novo, Wesley jogou mal de novo, Chavez passou em branco de novo (sete jogos), o nervosismo pegou de novo...

Ao Tricolor não resta alternativa que não seja trabalhar para não repetir erros. Em outro palco, porque o Pacaembu é do Santos.

*LANCEPRESS


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.