2 a 1

São Paulo vira sobre o Fluminense e ultrapassa o Inter

Com a vitória dos paulistas, equipe de Celso Roth fica a um ponto da zona de rebaixamento

Por: Lancepress
17/10/2016 - 22h07min | Atualizada em 17/10/2016 - 22h07min
São Paulo vira sobre o Fluminense e ultrapassa o Inter Nelson Pérez / Divulgação Fluminense/Divulgação Fluminense
Foto: Nelson Pérez / Divulgação Fluminense / Divulgação Fluminense

Há vida nova no São Paulo. Quando tudo parecia perdido, quando todas estatísticas jogavam contra uma reação, o Tricolor conseguiu respirar no Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, no Giulite Coutinho, a imagem era de um time desmoronado após péssimo primeiro tempo contra o Fluminense. O retrato do fim da 30ª rodada, porém, foi de alegria paulista com a virada por 2 a 1 e a distância de quatro pontos para a zona de rebaixamento.

Os cariocas não fizeram nada espetacular para que o placar no intervalo fosse de vantagem por 1 a 0. Aliás, Wellington fez. Sozinho, desarmou Thiago Mendes na lateral esquerda, cruzou todo o campo, passou no meio de três - com grande ajuda de Maicon - e sofreu pênalti de Denis. Com personalidade, pegou a bola e converteu a cobrança no canto direito, aos 30 minutos. Só aí os são-paulinos acordaram e acertaram a trave com o peruano Cueva, que viveu péssima noite.

Leia mais
Fluminense entra com pedido no STJD para anular o clássico contra o Flamengo
São Paulo tenta a contratação de Nilmar para 2017
Liberado de clube chinês, Jô negocia retorno ao Corinthians

Na segunda etapa, a pressão sobre Ricardo Gomes era imensa. O time sofria para criar e concluir as jogadas e já lamentava a suspensão de Buffarini diante da incerteza da presença de Bruno, lesionado, contra a Ponte Preta. Para o jogo no Morumbi, ainda ficariam fora pelo terceiro cartão amarelo Maicon e Lugano - mesmo no banco de reservas.

Era difícil acreditar em uma virada, algo que só havia acontecido em 2 de abril, contra o Oeste, no Paulistão. Kelvin entrou apagado, mas ganhou confiança a medida em que David Neres, estreante no time profissional do São Paulo aos 19 anos, mudou todo panorama da partida. Atormentou Giovanni com dribles e bons cruzamentos e deixou os companheiros com mais espaço.

Mas foi na marra que a derrota foi revertida. Na raça de Chavez, no erro de Gum e no chute de Thiago Mendes, desviado pelo próprio zagueiro fluminense, aos 26 minutos - volante paulista ainda pararia no travessão após ótimo pivô do garoto Pedro, outra aposta. E dez minutos depois a bola estava novamente nas redes cariocas. Kelvin assinou a sétima assistência no ano, em cobrança de escanteio, e Rodrigo Caio confirmou a grande fase com cabeçada certeira.

Agora são quatro pontos do São Paulo para a zona de rebaixamento, aberta pelo Vitória: 39 a 35. Os paulistas ainda celebraram a sexta vitória fora de casa no ano, a primeira no Brasileirão depois de cinco jogos Já o Fluminense, que ainda sonha em chegar à Copa Libertadores da América, leva duro golpe e para com 46 pontos, em nono. Fruto de um segundo tempo desastroso, resumido a uma bola na trave de Gustavo Scarpa e a erros infantis do setor defensivo.

*LANCEPRESS


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.