Série A

Sport goleia o Atlético-GO na Ilha do Retiro

André, duas vezes, Diego Souza e Patrick foram os autores dos gols

Por: Lancepress
20/07/2017 - 22h17min | Atualizada em 20/07/2017 - 22h23min
Sport goleia o Atlético-GO na Ilha do Retiro Williams Aguiar / Sport/Sport
Foto: Williams Aguiar / Sport / Sport  

Sport e Atlético-GO tiveram que jogar em um gramado encharcado na Ilha do Retiro. Em casa, o Leão goleou o Dragão por 4 a 0, subiu três posições e assumiu o quinto lugar da tabela. Enquanto isso, o Atlético-GO tenta respirar na amarga zona de rebaixamento, sem vencer há oito jogos.

Logo aos três minutos, o Atlético-GO conseguiu um escanteio perigoso. Após a cobrança, Walter aproveitou o desvio de cabeça de Igor e mandou no travessão. No rebote, o árbitro marcou impedimento do zagueiro Gilvan na cara do gol.

Leia mais:
Na reserva do Inter, Sasha desperta o interesse do São Paulo
Fluminense e Cruzeiro empatam e terminam a rodada fora do G-6
Ex-goleiro do Palmeiras, Marcos passa por cirurgia para corrigir problema no coração 

O susto acordou o Leão. Três minutos depois do lance perigoso do adversário, Gilvan cometeu uma falha ao afastar e deixou a bola nos pés de Patrick, que tabelou com Mena e voou para a área, pegando o cruzamento de primeira e mandando para o fundo das redes do goleiro Klever.

O Atlético-GO só voltou a criar uma chance aos 16. Após cobrança perigosa de escanteio, Gilvan subiu de cabeça, mas mandou a bola para fora rente à trave esquerda. Seguindo a lei do futebol que diz que "quem não faz, leva", Diego Souza marcou o segundo do Sport. Aos 18 minutos, Mena chegou à linha de fundo e cruzou para a área. Diego Souza se antecipa, Klever falha e a bola mais uma vez entra no gol do Atlético-GO.

Pressionado, o goleiro do Dragão conseguiu evitar o segundo do meia, que tentou ampliar o resultado com uma cavadinha, aos 26. Enquanto isso, a chuva só aumentou na Ilha do Retiro, o que dificultou a movimentação e criação de jogadas. Mas ainda houve tempo para o Sport marcar o terceiro. Diego Souza cobrou falta na medida para André aproveitar o espaço e ampliar o placar aos 40 minutos.

Em um gramado empoçado, o Atlético-GO chegou com perigo mais uma vez na área do Sport, aos 43, Niltinho cruzou para Jorginho, que não conseguiu dominar e bateu torto, fazendo a bola sobrar para Igor, que é parado pela zaga rubro-negra.

No retorno para a segunda etapa, havia mais água em campo do que futebol. O primeiro lance de perigo foi aos 8 minutos. Breno Lopes recebeu pela esquerda e tentou finalizar, mas não conseguiu dominar, pegou mal na bola e isolou. Em seguida, Mena, dono de belas assistências na partida, tentou um chutão para a área, mas furou.

Uma sequência de erros marcou o segundo tempo do confronto. Para não serem travados pelas poças no gramado, os dois times investiram em chutões. Aos 21, André recebeu cruzamento na cara do gol do Atlético-GO e pouco importou se mandou pela linha de fundo, porque o lance já estava impedido. Em uma dividida, Andrigo sofreu um corte no rosto e precisou receber atendimento fora de campo.

Aos 24 minutos, Walter conseguiu realizar uma boa finalização e obrigou o goleiro Agenor a realizar uma boa defesa. Com uma larga vantagem, o Sport fez menos esforço para chegar ao ataque e ainda assim conseguiu marcar o quarto gol em cima do Dragão. Aos 35, André aproveitou o lançamento de Rithely, que finalizou de cobertura e marcou o gol mais bonito da noite.

Toques de bola e poucas de perigo marcaram o restante da partida. Dois minutos de acréscimos foram dados e as equipes mantiveram o ritmo de jogo sem alterações no placar. A vitória deixa o Leão em quinto lugar, enquanto o Atlético-GO segue na última colocação da tabela.

*LANCEPRESS

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.