Esperança

Atlético-GO vence o Coritiba e ainda sonha com permanência

Jorginho, aos 17 minutos do segundo tempo, garantiu o resultado

Por: Lancepress
12/08/2017 - 18h37min | Atualizada em 12/08/2017 - 18h39min
Atlético-GO vence o Coritiba e ainda sonha com permanência Coritiba / Divulgação/Divulgação
Atlético-GO venceu em Goiânia neste sábado Foto: Coritiba / Divulgação / Divulgação  

Em um jogo com pouca emoção, o Atlético-GO venceu o Coritiba na tarde deste sábado (12), por 1 a 0. O gol da vitória foi marcado pelo meia Jorginho. O triunfo faz o time de Goiânia sonhar com a permanência na elite do futebol brasileiro, enquanto devolve a desconfiança ao Coxa.

Na lanterna da competição, o time da casa começou tentando pressionar. No entanto, a maioria das investidas eram em bolas levantadas para a área, que eram facilmente cortadas pelo sistema defensivo do Coritiba. Por outro lado, o Coxa não demonstrava muita inspiração no ataque.

Leia mais:

Melhor ataque, artilheiros e curiosidades: veja os números da Série A
Cuca pensou em sair do Palmeiras após caso Felipe Melo e eliminação
Nilmar tem estreia adiada no Santos

Assim, o primeiro lance um pouco mais perigoso ocorreu aos 17 minutos, em cobrança de falta de Thiago Carleto, do Coxa, que passou ao lado da meta do goleiro Felipe. Já o troco do Atlético-GO ocorreu logo depois, aos 19, e também em lance de bola parada. Após cobrança de falta, o zagueiro Luizão, do Coritiba, quase fez contra.

O cenário do jogo era o mesmo. Devido ao forte calor, as duas equipes evitavam se desgastar. O Dragão tinha a bola e apostava em jogadas aéreas, mas sem sucesso. O Coritiba se resumia a lances de bola parada. Neste desenho, Carleto tentou mais uma de cobrança de longa distância para fácil defesa de Felipe. Já Diego Rosa arriscou de fora da área, mas mandou longe da meta de Wilson.

Já no início do segundo tempo, com a temperatura mais amena, o Coritiba tentou iniciar com outra postura. Aos três minutos, Alan Santos tentou de fora da área e assustou o goleiro Felipe. Mas foi só. Depois disso, o time paranaense voltou a demonstrar problemas no sistema ofensivo.

Já o Atlético-GO ficava com a bola, mas tinha dificuldades para criar. Na primeira jogada em que conseguiu, o time abriu o placar com Jorginho, aos 17 minutos.

O gol do adversário obrigou o técnico Marcelo Oliveira a colocar o time para frente. Na busca pelo empate, a melhor chance veio com o zagueiro Marcio, de cabeça.

Mas, a partir daí, mais nenhum lance perigoso ocorreu. O Atlético-GO se defendeu com eficiência e não sofreu sustos do Coritiba. Com a vitória, o time de Goiânia chegou à marca de 15 pontos. Embora continue na lanterna, reduziu a distância para o primeiro clube fora do Z-4. Já o Coxa voltou a perder e a demonstrar um desempenho ruim.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.