Grêmio vence o Inter no Gre-Nal 380 pela final do Gauchão

No Estádio Beira-Rio, Grêmio faz 2 a 0 e sai na frente na decisão

25/04/2010 - 18h01min
Grêmio vence o Inter no Gre-Nal 380 pela final do Gauchão Mauro Vieira /
Aos 42 minutos, após cobrança de falta, Borges marcou o dele de cabeça Foto: clicEsportesgaleria de fotos  

Mesmo fora de casa, o Grêmio larga em vantagem na decisão do Gauchão 2010. No Estádio Beira-Rio, os visitantes desta tarde de domingo venceram o rival Inter no clássico Gre-Nal 380 por 2 a 0.
 
Rodrigo e Borges marcaram os gols da vitória gremista, no segundo tempo. Com a vitória, o Grêmio pode empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença no próximo domingo, no Estádio Olímpico, para conquistar o título Estadual.
 

Sob chuva, o Gre-Nal contrariou o folclore que o caracteriza como uma partida com muita marcação, e poucas chances de gol. Inter e Grêmio criaram belas oportunidades no primeiro tempo, oferecendo um clássico intenso aos torcedores.
 
Visitante, o Grêmio abriu os trabalhos. Aos 16min, Borges recebeu completamente livre, enquadrou o corpo, fez pose, mas errou o alvo. Chutou para fora, de frente para Abbondanzieri. Na sequência, Hugo cabeceou perto do poste direito.
 
A resposta foi rápida. Três minutos depois, Walter girou, deixou Mário Fernandes estatelado no gramado, e bateu para grande defesa de Victor. Abbondanzieri também trabalhou aos 21min, quando Jonas deixou dois adversários deitados no chão molhado, mas chutou fraco de perna esquerda.
 
Daí em diante, o Inter dominou o Gre-Nal. Em cobrança de escanteio, Edilson salvou o Grêmio sobre a linha. Depois, Sandro disparou um torpedo de fora da área, e a bola quase entrou no ângulo esquerdo.
 
Aos poucos, o controle colorado se resumiu à posse de bola. O Grêmio marcou bem, as chances de gol diminuíram, e houve tempo até para um tradicional bate-boca, com cartões amarelos para Alecsandro e Rodrigo.
 
Enquete: O título do Gauchão...

Nada se alterou no segundo tempo. Seguiram as disputas entre as intermediárias, e as boas chances de gol. Logo no início, Jonas titubeou na primeira, mas na segunda acertou o poste direito em chute à queima roupa.
 
Walter, protagonista do ataque colorado, resolveu testar Victor, e novamente encontrou uma parede, obrigando o goleiro gremista a espalmar duas vezes para escanteio.
 
Míssil da vitória

Aos 22min, foi preciso que o zagueiro Rodrigo fizesse aquilo que os atacantes das duas equipes não estavam conseguindo. Em cobrança de escanteio que veio da direita, ele voou na área colorada, e de cabeça acertou um míssil indefensável na goleira de Pato Abbondanzieri: Grêmio 1 a 0.
 
Jorge Fossati, técnico do Inter, recorreu ao banco de reservas. Colocou o meia-atacante Edu no lugar de Sandro, trocou Andrezinho por Giuliano, e ainda substituiu D'Alessandro pelo centroavante Kléber Pereira.
 
O Inter tentou pressionar. Silas fez o oposto, sacando o meia Leandro, e colocando Fábio Rochemback. Depois, entrou o zagueiro Ozéia, e saiu o meia Hugo.
 
Mas foi Willian Magrão quem acertou o travessão, em novo escanteio. Mais recuado, o Grêmio conseguiu segurar a vitória, e ampliou aos 42min, com Borges: 2 a 0 em pleno Beira-Rio.

Próximos jogos

Pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Inter volta a jogar na quarta-feira, dia 28 de abril, contra o Banfield – na Argentina. Na quinta-feira seguinte, o Grêmio visita o Fluminense no Rio de Janeiro, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

O Gre-Nal decisivo do Gauchão 2010 está marcado para o próximo domingo, no Estádio Olímpico.

Inter 0 x 2 Grêmio – Final do Gauchão 2010
Local:
Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.
Arbitragem: Leonardo Gaciba, auxiliado por Altemir Hausmann e José Otávio Bittencourt.
Gols: Rodrigo (G), aos 22min, e Borges (G), aos 42min, ambos no 2º tempo.
Cartões amarelos: Alecsandro, Guiñazu, Bolívar e Juan (I); Rodrigo, Neuton, Leandro, Victor (G).
INTER 0GRÊMIO 2
Pato Abbonanzieri; Nei, Bolívar, Sorondo e Juan; Sandro (Edu), Guiñazu, Andrezinho (Giuliano) e DAlessandro (Kléber Pereira); Walter e Alecsandro.
Técnico: Jorge Fossati.
Victor; Edilson, Mário Fernandes, Rodrigo e Neuton; Ferdinando (Adilson), Willian Magrão, Leandro (Rochemback) e Hugo (Ozéia); Jonas e Borges.
Técnico: Silas.

Notícias Relacionadas

25/04/2010 | 20h31

Carvalho: 'Vamos pensar de novo no Gauchão depois de quarta'

Vice de futebol do Inter afirma que agora prioridade é a Copa Libertadores

25/04/2010 | 20h18

D’Alessandro discute com torcedores na saída do Beira-Rio

Grupo jogou cerveja no argentino após a derrota no Gre-Nal

25/04/2010 | 19h46

Fossati: "O Inter deu o máximo de si"

Treinador quer evitar que clima da derrota interfira em jogo da Libertadores

25/04/2010 | 19h22

Guiñazu: "Dói muito perder Gre-Nal em uma final"

Volante está suspenso do clássico decisivo, no próximo domingo, no Olímpico

25/04/2010 | 18h57

Borges lembra de Romário para justificar gol de cabeça

Centroavante do Grêmio afirma que os baixinhos também marcam na área adversária

25/04/2010 | 18h54

Para Piffero, derrota colorada não interfere no ânimo para a Libertadores

Dirigente considerou injusta a derrota no Gre-Nal

25/04/2010 | 18h45

Silas atribui vitória à família formada pelos jogadores

Técnico do Grêmio destaca participação dos atletas do Grêmio

25/04/2010 | 18h37

Borges e Mário elogiam atuação do estreante Neuton

Zagueiro atuou improvisado na lateral-esquerda no Gre-Nal deste domingo

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.