Versão mobile

Apito unido

Árbitros protestam contra pena imposta ao Esportivo no Caso Márcio Chagas

Na última rodada da fase classificatória do Gauchão, equipes de arbitragem cruzaram os braços antes de a bola rolar

16/03/2014 - 17h03min
Árbitros protestam contra pena imposta ao Esportivo no Caso Márcio Chagas Fernando Gomes/Agencia RBS
Vinícius Costa da Costa (segundo da esquerda para a direita) lidera protesto da arbitragem antes de Lajeadense x Inter Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Inconformados com a pena branda recebida pelo Esportivo no caso de racismo contra o juiz Márcio Chagas, árbitros e auxiliares escalados para a 15ª e última rodada da fase classificatória do Campeonato Gaúcho fizeram um protesto nas partidas neste domingo.

Antes de a bola rolar, toda a equipe de arbitragem — com o quarto árbitro inclusive — se reuniu no círculo central do campo e cruzou os braços por cerca de um minuto. Alguns jogadores apoiaram e copiaram o gesto dos juízes.

Na quinta-feira, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul puniu o Esportivo com a perda de cinco mandos de campo e uma multa de R$ 30 mil reais pelas ofensas racistas que o àrbitro Márcio Chagas ouviu na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, depois de trabalhar na partida entre o time da casa e o Veranópolis, pela 12ª rodada. Márcio também teve o seu carro amassado pelos marginais, que coloram bananas sobre o capô e no cano de descarga.  . 

VEJA TAMBÉM

     
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.