Violência

Torcedores do Aimoré registram ocorrência por agressão de colorados após partida no Cristo Rei

Família relatou nas redes sociais que teve o carro atingido por torcedores do Inter

10/03/2014 | 10h52
Torcedores do Aimoré registram ocorrência por agressão de colorados após partida no Cristo Rei Facebook/Reprodução/
Carro foi danificado por torcedores do Inter, segundo os relatos Foto: Facebook/Reprodução

Três torcedores do Aimoré registraram ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia Civil de São Leopoldo alegando terem sido agredidos por colorados na saída do Cristo Rei, neste domingo, após a vitória do Inter por 2 a 1. Uma das torcedoras envolvidas relatou, através de seu Facebook, que ela, seu pai e seu cunhado tiveram que correr para entrar no carro e fugir das agressões. Mesmo assim, o veículo foi chutado e ficou amassado.

— É uma pena que depois de eu, (cita outros três torcedores) irmos recepcionar a torcida colorada no almoço, e depois entrarmos em campo com uma faixa pedindo paz entre as torcidas, a torcida do Inter não ter entendido o recado, ou melhor, uns 5 torcedores (se é que dá para chamar assim) não terem entendido o recado. Quando eu , meu pai e meu cunhado estávamos saindo do estádio e indo entrar no carro, esses 5 abestados começaram a correr para bater na gente, entramos no carro e quando arrancamos começaram a chutar nosso carro, agora ele está cheio de amassados por causa desses babacas, e eu pergunto, pq ? Só pq estávamos com a camisa do Aimoré ? Ou melhor, só pq eu estava ? pois meu pai e meu cunhado estavam sem camisa de nenhum time, só uma camisa azul normal, e agora, quem vai pagar o prejuízo que esses m*** fizeram? Realmente estou decepcionada — escreveu a torcedora na rede social.

O delegado Tarcísio Kaltbach, que estava de plantão no momento do registro da ocorrência, relatou que um dos agressores foi identificado. Ele já tinha antecedentes por brigas entre torcidas. O caso foi encaminhado ao fórum para possível responsabilização criminal e eventual indenização.

— Um grupo de torcedores foi em direção a um outro pequeno grupo. Danificaram o veículo. Nesse caso, foi feito um registro de dano ao patrimônio. Um dos agressores foi detido, apresentado na delegacia e as vítimas o reconheceram. Foi feito um levantamento fotográfico dos danos na própria delegacia.

Erci Pedro Cornelius, dono do veículo danificado e pai da jovem que postou a mensagem no Facebook, conversou por telefone com Zero Hora e deu a sua versão sobre o ocorrido.

— Nós saímos do estádio, eu tinha deixado o carro estacionado em uma rua do fundo do estádio, onde saía a torcida do Inter. Quando passamos, tudo tranquilo. Meu genro estava com trompete, é da banda do Aimoré. Eu sou colorado, minha filha também, a gente frequente o Aimoré para dar uma força por sermos da cidade. Quando estávamos indo em direção ao carro, vieram cinco ou seis torcedores do Inter, outros ficaram mais atrás. Eles gritava "vamos pegar, vamos quebrar". Meu genro disse: "vamos nos mandar". Abri o carro, nós arrancamos e começaram a chutar meu carro — conta Erci Pedro.

O torcedor afirma que irá procurar a direção do Inter para tentar ressarcir o prejuízo.

— Eu sou colorado, minha filha é colorada. Não tinha necessidade, dá prejuízo para o próprio torcedor do time deles. Até antes do jogo, o Aimoré fez um movimento pedindo paz, torcedores do Aimoré com camisas de outros clubes. Enquanto existirem essas torcidas organizadas, as famílias vão deixar de frequentar o estádio. A minha filha vai deixar de ser sócia do Inter porque não tem mais condições de ir aos jogos.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.