O custo do sócio

Grêmio pagará R$ 21,7 milhões por ano para a entrada do sócio na Arena

Iniciativa assegura que os associados mantenham os mesmos direitos do Olímpico

06/05/2012 | 19h55
Grêmio pagará R$ 21,7 milhões por ano para a entrada do sócio na Arena Omar Freitas/Agencia RBS
Na sexta-feira passada, o clube divulgou os valores de cada setor da Arena para a migração dos sócios que não pagam ingresso Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Para garantir os lugar dos sócios no seu novo estádio, em construção no Humaitá, o Grêmio vai pagar R$ 21,7 milhões por ano à empresa gestora do estádio, a Arena Portoalegrense — formada pela OAS e pelo próprio Grêmio. A negociação foi uma forma de evitar que o clube pague, jogo a jogo, pela entrada dos cerca de 25 mil sócios que entram de graça nos jogos. Isso custaria cerca de R$ 34 milhões ao Grêmio.

Em 2012, o quadro social gremista deve render R$ 32 milhões — ou seja, o custo dos sócios será coberto com folga, caso o número de associados se mantenha. O acerto vale para 2013 e pode ser renegociado anualmente, a pedido do Grêmio. Segundo o assessor de planejamento do clube, Gabriel Mello, foi a forma encontrada para assegurar que os associados mantenham os mesmos direitos do Olímpico. O valor anual foi calculado com base na assiduidade dos últimos anos — o clube apurou que os sócios vão, em média, a 49% das partidas.

— Parte desse valor acaba voltando para o Grêmio, que terá 65% dos lucros obtidos com a Arena — diz Mello.

Na sexta-feira passada, o clube divulgou os valores de cada setor da Arena para a migração dos sócios que não pagam ingresso. O quadro social do Grêmio começará, nos próximos dias, a entrar em contato com os primeiros associados, que serão chamados em lotes de mil para definir seus lugares no novo estádio.

Segundo Mello, na Arena os sócios terão a opção de avisar com antecedência quando não pretendem ir ao jogo e, assim, liberar seu assento para ser vendido na bilheteria recebendo, nesse caso, descontos ou benefícios.

Fixados entre R$ 92 e R$ 360 para sócios que terão entrada livre na Arena, os valores das mensalidades no novo estádio foram criticados por associados nas redes sociais. Mello defende que o valor mínimo segue o mesmo - os R$ 92 se referem aos R$ 86 atuais, reajustados pela inflação prevista para 2012 e aposta: quando a torcida ver a diferença entre o Olímpico e a Arena, não vai achar caro. No local mais distante do campo, na cadeira alta lateral, o torcedor estará a 36 metros do gramado. No Olímpico, a distância entre a social e o gramado é de 40 metros.

— Infelizmente não podemos levar os 20 mil sócios à obra para ver a diferença entre os dois estádios. É como trocar um Fusca 1954 por um carro de luxo — diz Mello.

O assessor, porém, lembra que os valores anunciados para a migração não se referem às mensalidades dos dois modelos de sócio-torcedor - cerca de 40 mil associados —, que deverão permanecer nas faixas atuais.




Confira o questionário montado pelo clube para o plano de migração:

— Como será feita a migração?
Os sócios que hoje tem acesso livre em dias de jogos no Olímpico sem pagamento de ingresso, independente do setor, serão chamados para escolher o seu setor e, se necessário, o assento que irão utilizar em dias de jogos na Arena.

— Quando?
A partir do dia 21 de maio.

— Onde?
No Quadro Social (no Olímpico) ou através da Internet no portal (www.gremio.net/migracao)

— Qual a ordem de chamada/prioridade?
1º Lote – todos os associados de Fundo Social, locatários de cadeiras permanentes, associados proprietários remidos, atletas laureados, beneméritos, Grandes Beneméritos e Olímpicos, além dos Conselhos Consultivo e Deliberativo;

2º Lote – todos os associados proprietários, contribuintes efetivos, contribuintes especiais e locatários de cadeiras associados até 31/12/1991.

3º e lotes seguintes – todos os associados proprietários, contribuintes efetivos, contribuintes especiais e locatários de cadeiras associados a partir de 31/12/1991.

— Meu número de matrícula mudou quando migrei para Sócio Locatário de Cadeira. Qual será a data considerada na migração?
Todos associados que realizaram migração de tipo de associação serão chamados de acordo com a data da matrícula mais antiga. Ela fica vinculada à sua atual categoria associativa.

Ex.: Associação em 04/10/1983 como Sócio Proprietário com matrícula número 12345. Em 05/07/2006 migrou para Sócio Locatário de Cadeira com número de matrícula 98765. No momento da migração, vale a data de Sócio Proprietário com matrícula 12345, pois a data da primeira associação fica vinculada à sua condição atual.


— Adquiri o título de meu pai (ou outro familiar). Qual data de associação vale?
Vale a data de ingresso de cada associado no clube, independentemente de ter sido associação direta ou por transferência de título. Ou seja, no exemplo acima valeria a data de associação mais recente e não a do pai (ou familiar).


— O que muda para cada um dos tipos de sócios?
Nada muda. Tanto aqueles sócios que frequentam todos os jogos mediante pagamento de mensalidade, como os que recebem desconto ou preferência na compra de ingresso continuarão dessa forma.

— Haverá possibilidade de se tornar sócio na Arena? Será sócio do Grêmio ou da Arena?
Na verdade, os gremistas sempre serão sócios do Grêmio. Os torcedores poderão continuar se associando ao clube nas modalidades disponíveis no momento. O que ocorre é que, dependendo da categoria, alguns sócios poderão ter algumas vantagens na Arena.

— A Arena comportará todos os associados do Grêmio?
Alguns não terão lugar no novo estádio? Todos os sócios com assento no Olímpico terão seu assento na Arena. Os espaços remanescentes serão disponibilizados aos Sócios Torcedores que têm preferência de compra do ingresso em relação aos não sócios, sem o direito de garantia de assento. Para o Sócio Torcedor garantir acesso a todos os jogos é necessária a compra de pacotes de ingressos de temporada.

— Se tiver uma cadeira, não poderei ir aos jogos na Geral quando quiser?
O sócio que quiser ficar junto com a Geral, deverá escolher o setor Norte do primeiro anel da Arena. Ele não poderá ir a outros setores em nenhum jogo. Os sócios que não escolherem o setor destinado à Geral (Norte do primeiro anel), não poderão acessá-lo, a não ser que adquiram ingresso para o setor.

— Quais são os locais destinados a cada categoria de sócio dentro da Arena?
Não existem setores exclusivos para os sócios. Cada sócio escolherá o seu setor de acordo com sua preferência de local e valor. Para informação mais completa, vide o Regulamento.

— Como ficará a situação dos sócios remidos?
Continuarão isentos de mensalidade e com acesso aos jogos? Sim, terão acesso gratuito, sem necessidade de pagamento de ingressos e mensalidades, aos jogos nos espaços determinados pelo Grêmio, assim como ocorre no Estádio Olímpico.

— Os sócios patrimoniais e contribuintes continuarão pagando apenas mensalidade, sem precisar comprar ingresso?
Sim, irão apenas pagar a mensalidade respectiva e terão acesso ao local que escolherem.

— Os sócios torcedores poderão escolher cadeiras?
Embora os Sócios Torcedores não possuam um assento ou setor fixo, poderão adquirir os ingressos disponíveis em qualquer setor do estádio, seja para cada jogo ou temporada.

— Os Sócios Torcedores Diamante/Ouro seguem com suas vantagens?
Os sócios Diamante terão descontos na compra de ingressos apenas no quarto anel. Ambas as categorias terão a preferência de compra de ingressos.

— Como ficarão os dependentes dos sócios proprietários? Poderão escolher cadeiras perto dos sócios de quem são dependentes?
Poderão escolher cadeiras perto dos sócios de quem são dependentes? Sim, os Dependentes (ou Familiares Inscritos) poderão sentar próximos dos Sócios Proprietários, desde que estejam cadastrados como tal no Quadro Social.

No momento em que o Sócio Proprietário definir seu local, ele definirá o local dos seus dependentes, pagando o valor correspondente. Caso o dependente não esteja cadastrado, o sócio titular deverá comparecer ao quadro social para solicitar seu registro.

— Como faço para escolher lugar na Arena junto com meus amigos / familiares, se eles são sócios mais antigos ou de categorias diferentes das minhas?
Os pais, filhos, irmãos e cônjuges poderão sentar juntos, desde que comprovado o parentesco. O primeiro a ser chamado dentre os familiares deverá solicitar os assentos dos seus parentes. Tal processo somente poderá ser feito presencialmente no Quadro Social.

No quarto anel (o superior) 60% dos espaços serão apenas setorizados, sem assento fixo, funcionando no mesmo sistema das Sociais do Estádio Olímpico. Desta forma, os amigos deverão escolher um destes setores em comum. Assim, poderão escolher os assentos que quiserem em conjunto com seus amigos no momento da sua entrada na Arena. A Geral (ala Norte do primeiro anel) também funcionará com a mesma sistemática.

— Como ficará o acesso das crianças menores de 12 anos na Arena?
Crianças menores de 12 anos não terão acesso liberado na Arena. Elas terão de adquirir ingresso comum (estudantes possuem 50% de desconto em locais determinados), como sócio torcedor, ou poderão ser inscritas como Dependentes, caso possuam um responsável como Sócio Proprietário ou locatário de cadeira.
Excepcionalmente durante a migração, será oportunizada a associação de filhos como contribuintes.

— Na Arena os lugares serão fixos?
No primeiro anel, com exceção da geral, os assentos serão fixos. Já no quarto anel, isto acontecerá apenas no setor leste/oeste. No restante deste anel, haverá setores nos quais os assentos serão ocupados por ordem de chegada à partida.

—  Como ficam os locatários de cadeira Teen?
Os locatários de cadeira Teen seguirão o mesmo procedimento dos locatários de cadeira, não contando com valores diferenciados.

— Possuo mais de um título de sócio. Quantos acessos terei na Arena?
Considerando que a carteira social é pessoal e intransferível, aqueles associados que possuírem mais de um título patrimonial poderá transferi-los a terceiros na forma do estatuto do Grêmio.


Valores de mensalidade por setor (para assistir todos os jogos):

— Cadeira alta lateral (atrás da goleira): terá um valor de R$ 92 por mês;

— Cadeira alta central: R$ 169 ao mês (é o valor que paga atualmente o sócio das cadeiras centrais do Olímpico);

— Cadeira alta corner (algo que não existe no Olímpico) R$ 120 por mês;

— Geral, atrás da goleira, o valor é de R$ 92 mensais;

— Cadeira Gramado, variando entre R$183 à R$ 269 por mês;

— A cadeira Gold – espaço privilegiado - será negociada por R$ 360 por mês. Há ainda Gold lateral por R$ 330 mensais.

Já a categoria de “sócios-torcedores” continuará com a preferência já existente na aquisição de ingressos, mantendo-se o modelo atual de relacionamento, sendo que os torcedores diamante contarão com descontos em alguns setores do novo estádio.

.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.