De goleador para goleador

Moreno é elogiado por Jardel e projeta: "Tomara que possa ajudar o Grêmio"

Atacante foi destaque na partida em que abriu o placar, diante do Fortaleza, no Ceará

02/05/2012 | 22h01
Moreno é elogiado por Jardel e projeta: "Tomara que possa ajudar o Grêmio" Jarbas Oliveira/Lancepress!/
Moreno (E) comemora com Marco Antonio e André Lima: vitória encaminha classificação às quartas Foto: Jarbas Oliveira/Lancepress!

A boa vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, fora de casa, na noite desta quarta-feira, praticamente garantiu o Grêmio nas quartas de final da Copa do Brasil. Se não garantiu, pelo menos deixou a vaga encaminhada para ser obtida em Porto Alegre, na próxima quarta. Autor do gol que abriu o placar e destaque da partida, o atacante Marcelo Moreno foi elogiado pelo ídolo e ex-atacante gremista Jardel, que brilhou no clube na década de 1990.

CRÔNICA: Grêmio resolve no primeiro tempo, vence o Fortaleza e encaminha classificação

Da cabine da Rádio Gaúcha, no Estádio Presidente Vargas, Jardel lançou um "boa noite" seguido de um "parabéns pelo gol!": — Marcelo, espero que este seja o primeiro de muitos — vibrou.

Com nove gols na temporada, Moreno respondeu dizendo que as palavras do ex-atacante — proferidas em visita ao treino do Grêmio no Ceará, terça-feira — o deram confiança no retorno ao time depois de quatro semanas afastado por lesão muscular: — Tomara que possa ajudar muito o Grêmio este ano — ressaltou o centroavante.

Em seguida, Jardel emendou: — Não sabia que você estava há quatro semanas parado. Você se esforçou, se dedicou. E quando a gente faz gol, se entrega mais ainda. Ainda mais com dez jogadores (Pará foi expulso no segundo tempo). No Brasileiro, eu espero que você faça um bom campeonato e dê muitas alegrias ao Grêmio como eu dei.

Falta de ritmo
Marcelo Moreno também falou sobre a falta de ritmo de jogo devido ao tempo afastado por causa da lesão e reconheceu que jogar isolado, no ataque, pode dificultar as ações. Destacou a expulsão de Pará como um obstáculo, mas enalteceu o empenho do time para manter o ritmo do primeiro tempo e o resultado até o fim.

— É complicado jogar sozinho na frente, ainda mais com um jogador a menos, mas acho que o Grêmio está de parabéns porque conseguiu manter o ritmo do primeiro tempo. Infelizmente, tivemos a expulsão, o que nos fez correr mais. Tivemos experiência para manter o resultado. Senti a falta de ritmo também, principalmente no segundo tempo. O gol me dá confiança e espero poder continuar ajudando para que o Grêmio possa chegar na final da Copa do Brasil, que é o objetivo do grupo — destacou.

Questionado se a vitória surpreendeu, Moreno foi direto: — Entramos com a intenção de tentar vencer, respeitando o Fortaleza. Sabemos que o jogo foi complicado, mas conseguimos manter o ritmo — concluiu.



 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.