Em Barueri

Classificado à decisão, Felipão valoriza jogadores do Palmeiras: "É a nossa final"

Incomodado pelo fato do clube não ganhar um título nacional há mais de 10 anos, técnico defendeu atletas

22/06/2012 | 01h48
Classificado à decisão, Felipão valoriza jogadores do Palmeiras: "É a nossa final" Ricardo Duarte/
Valdivia comemora o gol de empate do Palmeiras e corre para abraçar Felipão, no banco do Palmeiras Foto: Ricardo Duarte

Nem a alegria de chegar à final da Copa do Brasil amansou o técnico Felipão. Após o empate por 1 a 1, na Arena Barueri, nesta quinta-feira, o discurso do treinador foi de valorizar seu elenco. Incomodado pelo fato do clube não ganhar um título de âmbito nacional há mais de 10 anos, ele fez questão de defender os jogadores.

Para fazer isso, até incluiu-se nos fracassos das duas últimas temporadas, período em que ele está à frente do clube nesta sua segunda passagem pelo Palmeiras.

— Não são eles que não ganham títulos há 10 anos. Muitos outros estiveram aqui e não ganharam. Chegaram agora e estão fazendo um trabalho de boa vontade. Devem ser valorizados. Merecem que a torcida valorize o que estão fazendo, é a nossa final. É um grupo vencedor. Há dois anos aqui, eu e alguns não chegamos a final nenhuma. Nosso índice melhorou 10%, mas os outros, não — disse, em entrevista coletiva.

Quando assunto foi o duelo nervoso contra o Grêmio, Felipão deixou claro que nem sempre dá para se jogar bonito nestes tipos de competições.

— O campo permitia que se tivesse competitividade, mas não dava para jogar bonito. Tinha de ser feio, até para não correr risco e ser diferente. Ganhamos de um time muito bom, vibrante e competitivo. Temos de parabenizar o time por isso — concluiu.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.