Descontado

Luxemburgo cita desfalques e jogadores debilitados para explicar derrota

Técnico gremista reclamou do excesso de ligações diretas do time no segundo tempo

28/07/2012 | 21h25
Luxemburgo cita desfalques e jogadores debilitados para explicar derrota Felipe Gabriel, Lancepress/
Treinador do Grêmio foi obrigado a mudar o time no intervalo Foto: Felipe Gabriel, Lancepress

Uma combinação de desfalques por suspensão, jogadores com problemas médicos em campo e o desconforto muscular sentido por Zé Roberto no primeiro tempo foi citada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo como motivo das dificuldades do Grêmio na derrota para o Coritiba, por 2 a 1, no Couto Pereira. O Grêmio teve Elano, que passou mal durante a noite de sexta-feira, André Lima, indisposto, e Marquinhos, que teve febre, como atletas descontados na partida.

— A derrota foi em função de vários prejuízos. Tivemos 30% de jogadores debilitados, mais um desconforto do Zé Roberto a partir dos 30 minutos do primeiro tempo. Nós tivemos que sacrificar a equipe e eu fechei mais o time para tentar buscar o contra-ataque — afirmou o treinador, justificando as entradas de Vilson e Marquinhos nos lugares de Zé Roberto e Elano, respectivamente.

— Os desfalques do Souza e do Kleber, faz parte. O Zé Roberto ter sentido, o Elano vomitando no intervalo, o André debilitado, tudo isso traz desequilíbrio na equipe. Nós entramos no campo de jogo prejudicados. A pontuação que nós queremos, de cinco jogos, fizemos 12 pontos. Isso é muito forte — completou o técnico, exaltando a sequência de vitórias que antecedeu o revés em Curitiba.

As modificações do intervalo não surtiram efeito na segunda etapa e o Grêmio foi pressionado pelo Coritiba, que marcou o gol da vitória aos 44 minutos da segunda etapa. Luxemburgo reclamou do excesso de lançamentos longos da equipe, que propiciaram ao adversário a retomada rápida da bola:

— Faltou sair mais para o jogo, segurar a bola mais na frente. Aí começamos a fazer muita ligação direta. A bola acaba batendo e voltando e você acaba ficando pressionado. Não tomamos o gol por isso, mas pela qualidade do menino que acertou um belo chute. Perder aqui não é nenhum absurdo, ainda mais com a qualidade do adversário.

Confira outros trechos da entrevista de Vanderlei Luxemburgo:

Libertadores ou título?

"Quem estiver no Grêmio e não pensar em títulos, tem que ir embora daqui. Claro que eu quero a classificação, mas se classificar com título melhor ainda. Não existe lugar na vida para um perdedor. Se o pessoal da frente manter esse percentual tem que dar parabéns para os caras. Acho que se a gente conseguir terminar o primeiro turno com 36 pontos, estaremos em uma posição confortável".

Planejamento para Sul-Americana:

"Vou conversar com o Gilberto, a sequência foi pesada para ele. O Zé Roberto eu quero ver como vai estar, talvez ele fique no banco e reveze com o Elano. Vamos ver os jogadores que estarão mais cansados para poupá-los. Mas vamos encarar a Sul-Americana com a possibilidade de conquista. Vamos ter que analisar com a diretoria para ver quem vamos escalar. O Zé Roberto pediu hoje para continuar jogando, mas se ele machuca eu perco ele por mais tempo".


VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.