O clássico é depois

Luxemburgo garante força máxima na quarta e não se preocupa com o Inter

Técnico gremista ressalta que o Grêmio dá grande importância à Sul-Americana

19/08/2012 | 18h54
Luxemburgo garante força máxima na quarta e não se preocupa com o Inter Diego Vara/Agencia RBS
Técnico gremista quer foco na partida de quarta-feira Foto: Diego Vara / Agencia RBS

O Grêmio segue comprometido com seu discurso de conciliar o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana, buscando o melhor resultado possível nas duas competições. Mesmo na semana do clássico Gre-Nal, o técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou que mandará a campo seu time principal para enfrentar o Coritiba, na quarta-feira, pela competição continental.

— A sequência de jogos que estamos, se você só analisar o desgaste, claro que faz uma diferença. Não quer dizer que vamos ganhar ou perder. Mas eu não vou falar sobre o domingo. Eu quero ganhar na quarta-feira, porque nós vamos buscar nas duas frentes. Vamos com força máxima para continuarmos em busca de nosso objetivo que é a ida para a Libertadores — afirmou o treinador.

— Eu não estou preocupado com o Inter, respeitamos o Inter como grande adversário e sabemos da rivalidade. Nós temos que programar a competição. Nós vamos dar uma parada no Campeonato Brasileiro até domingo e vamos programar a Sul-Americana — disse.

A goleada gremista sobre o Figueirense garantiu a recuperação da equipe após o tropeço diante da Portuguesa. Luxemburgo comentou sobre a dificuldade de cada jogo do Campeonato Brasileiro e lembrou que perder em casa, como aconteceu na quarta-feira, é algo comum na competição:

— Isso é o Campeonato Brasileiro. É muito difícil. Hoje nós pegamos uma equipe muito desmontada, cheia de desfalques. Não são todos os jogos que serão assim. Isso é o Campeonato Brasileiro. Não me surpreende ter uma derrota em casa, não será a primeira. O projeto é que está muito bom, estamos conquistando pontos para conseguir estar onde queremos, que é na próxima Libertadores.

Confira outros trechos da entrevista de Vanderlei Luxemburgo:

Anderson Pico:

"Ele vinha em um trabalho de recuperação física, emagrecendo. Ele vai ter que matar um leão por dia e fugir de dois. Não vai ser um jogo que vai mudar a minha cabeça sobre o potencial dele, eu sei que ele tem potencial. Ele vai ter uma sequência e vamos ver o que vai acontecer. Eu procuro analisar com muita calma. Ele vai ter que buscar o espaço dele. Não adianta enaltecer, dizer que ele é o melhor jogador do mundo. Ele vai ter que mostrar dia a dia que ele merece estar conosco. Eu tinha a minha preocupação com o que ele pode fazer. Ele vai ser cobrado para que possa render aquilo que a gente sabe que ele pode render".

Postura após chances perdidas:

"O equilíbrio da equipe se manteve. O time foi em cima e buscou. O importante foi continuar insistindo e os gols acabaram saindo".

Coritiba:

"É um outro jogo, mas nós temos uma vantagem. Temos que jogar os 90 minutos. Temos uma vantagem boa, mas não quer dizer que seja decisiva. Temos que jogar o jogo".

Brasileirão:

"Os matemáticos já se quebraram muitas vezes no Campeonato Brasileiro. É muito cedo. Por enquanto eles (Atlético-MG) tem uma vantagem e estão fazendo a vantagem. A rodada que eu tenho que reclamar não é essa, é a que eles não avançaram e nós não ganhamos".

Leandro:

"Ano passado ele foi bem. Esse ano que ele teve uma queda. O crítico é muito crítico e esquece que o Leandro é muito jovem. Se você pega nossos filhos, com18 anos, eles cometem seus erros. É um moleque, que agora fez 19 anos. Às vezes a gente cobra de um moleque como se tivesse 30 anos. São ensinamentos que a gente vai passando. Mas ele também é fio desencapado de 220 volts, ainda vai dar choque".

Confira uma lista com bares que transmitem Coritiba x Grêmio

 

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.