Sul-Americana

Barcelona (EQU) vence o Cobreloa por 4 a 3 e enfrentará o Grêmio nas oitavas

Equipe do Equador mostrou força ofensiva, mas também evidenciou problemas defensivos

19/09/2012 | 22h12

O Barcelona (EQU) aproveitou o mando de campo e se credenciou como adversário do Grêmio nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Os equatorianos abriram o marcador, e até construíram o placar de 3 a 1 no primeiro tempo, mas viram a vantagem diminuir para apenas um gol antes da segunda etapa. Nos últimos 45 minutos, o Cobreloa chegou a empatar a partida, mas o meia Diaz acertou uma bicicleta para definir o placar em 4 a 3 para o time da casa.

Os quatro gols da equipe do Barcelona(EQU) confirmaram o bom poder ofensivo da equipe. Distribuídos em um 4-2-3-1, o time abusou da velocidade pelos lados de campo para abastecer o goleador Narciso Mina. Com o ritmo cadenciado pelo camisa 10, e autor de um belo gol de bicicleta, Damien Diaz, a equipe equatoriana é muito perigosa em saídas rápidas de contra-ataque. Quiñonez, o responsável pelo lado direito do ataque, até não mostrou o mesmo futebol que o fez receber uma oportunidade de defender o Santos em 2008, mas é um dos principais jogadores da equipe.

Do lado esquerdo, Arroyo Mina foi o jogador que mais se aproximou do centroavante. O camisa 11 marcou dois gols de fora da área, mas também se apresentou para o jogo dentro da área do adversário. Empurrados pela torcida, que compareceu em bom número ao estádio Banco Pichincha, a todo momento os homens da frente criaram boas situações de finalização.

O que poderá ser explorado pela equipe de Luxemburgo é a dificuldade das linhas defensivas de anular o toque de bola do adversário. O lado esquerdo da defesa foi uma avenida para os ataque do Cobreloa. O goleiro Banguera também falhou em dois gols, sendo que uma dessas trapalhadas foi em um chute de longa distância que o arqueiro não segurou. A dificuldade defensiva da equipe fez com que o treinador Gustavo Costas apelasse para um sistema com três zagueiros na primeira partida da Sul-Americana.

Quem é o Barcelona

Barcelona Sporting Club

— Fundado em 1925, em Guayaquil, Equador
— O momento: o Barcelona é um dos líderes do Campeonato Equatoriano
—  Apelidos: O ídolo do Equador, Canários e Toreros
— Estádio: Banco Pichincha, capacidade de 60 mil torcedores
— Uniforme: amarelo

Cidade de Guyaquil
— È chamada de Santiago de Guayaquil, uma das cidades mais importantes do Equador, com 2,5 milhões de habitantes
—  É centro de comércio, finanças, cultural e de entretenimento.
— É capital da província de Guayas

Na história, o clube foi:
— 13 vezes campeão do Equador
— 2 vezes foi à final da Libertadores (1990 e 1998)
—  2 vezes quarto lugar da Libertadores (1971 e 1992)

Os destaques:
— Atacante Narciso Mina é o goleador: tem 20 gols na temporada
— Técnico é o argentino Gustavo Costas
— Meia Matías Oyola, um canhoto de movimentação, é outro argentino: tem 29 anos e é peça-chave no meio-campo
— Zagueiro Perlaza, de 1m93cm, é o comandante do time

O time base
Barcelona (EQU)
Banguera; Pablo Saucedo, Jairo Campos, Erazo e Roosevelt Oyola; Luis Caicedo e Matías Oyola; Quiñonez, Damián Diaz e Arroyo Mina; Narciso Mina
Técnico: Gustavo Costas

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.