Expectativa

Grêmio faz mistério e omite detalhes do esquema financeiro para ter Ganso

"O Grêmio não fará loucuras", garante Pelaipe sobre valores pelo jogador santista

14/09/2012 | 19h42
Grêmio faz mistério e omite detalhes do esquema financeiro para ter Ganso Ivan Storti, Divulgação Santos/
Grêmio mantém sigilo sobre engenharia que usará para tentar trazer Ganso para o Olímpico Foto: Ivan Storti, Divulgação Santos

É remota a perspectiva de que o Grêmio anuncie neste sábado a contratação de Paulo Henrique Ganso como forma de presentear seus torcedores no dia do aniversário do clube. Em busca dos investidores que banquem os R$ 23,8 milhões exigidos pelo Santos por sua fatia nos direitos do jogador, a direção acredita que o acerto ocorra no começo da próxima semana.

Ontem, voltaram os rumores sobre o desejo do jogador de transferir-se para o São Paulo, o que iria contrariar o desejo de Luiz Álvaro Ribeiro, presidente do Santos.

Ao mesmo tempo, conselheiros ligados ao Grêmio asseguravam que boa parte do dinheiro para a contratação já havia sido obtido. Irritado, o presidente Paulo Odone negou que os recursos viessem de um adiantamento da construtora OAS, parceira no clube no projeto Arena.

Nem todas as partes envolvidas confirmam o negócio. Guilherme Miranda, um dos sócios da DIS, chega a negar o encontro ocorrido quinta-feira em Porto Alegre com o executivo de futebol Paulo Pelaipe. Também é enfático ao desmentir que o jogador já tenha acertado o valor de seu salário com o Grêmio.

– Longe disso. Primeiro é preciso haver o acerto entre Santos e Grêmio para depois se conversar sobre salário – afirma.

Também são omitidos os detalhes da engenharia financeira anunciada por Paulo Odone para contratar o jogador. O grupo de investidores que se cotizou no início do ano e colocou à disposição do clube 8 milhões de euros para contratar o ex-colorado Giuliano desta vez não foi chamado.

– Não estou tendo participação nas tratativas. Odone apenas me avisou que iria tentar a contratação, mas não deu detalhes de onde sairiam os recursos – afirma o vice-presidente Ricardo Vontobel, que, em janeiro, havia assumido a função de intermediário entre a direção e os empresários dispostos a aplicar recursos em Giuliano.

A possibilidade de reencontrar Ganso, agora no Grêmio, entusiasma Elano. Amigo do meia, ele disse ontem, em entrevista ao programa Arena Sportv, ter recomendado sua vinda para o Olímpico.

– Quando surgiu a especulação, mandei mensagem pelo celular brincando: vem para cá ajudar a gente – confessou.

Ao mesmo tempo em que confirma o interesse do Grêmio, Pelaipe assegura que o salário não será de R$ 700 mil mensais. Só admite que, caso seja contratado, o jogador terá um rendimento top, na mesma faixa de Kleber, Marcelo Moreno e Elano, os jogadores mais valorizados do grupo.

– O Grêmio não fará loucuras – promete.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.