Bola na rede

Na despedida de Atibaia, Moreno revela o sonho de ser o goleador do Brasileirão

Centroavante que já marcou 19 vezes este ano espera vencer a disputa pela artilharia

22/09/2012 | 15h16
Na despedida de Atibaia, Moreno revela o sonho de ser o goleador do Brasileirão Bruno Junqueira,Divulgação/TXT Assessoria
Marcelo Moreno, em Atabaia: "Sempre tive a felicidade de ser goleador pelas equipes em que atuei" Foto: Bruno Junqueira,Divulgação / TXT Assessoria
A disputa é difícil. Com 11 gols, Fred, do Fluminense, lidera a lista de goleadores, seguido de Luís Fabiano, do São Paulo, e Vagner Love, do Flamengo, que já marcaram 10 vezes. Mesmo assim, Marcelo Moreno não abre mão do sonho de terminar a disputa na frente dos três.

Trazido do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, o centroavante de 25 anos já marcou 19 vezes pelo Grêmio na temporada, oito delas no Brasileirão. É o jogador que mais gols fez pelo Grêmio em 2012, apesar das constantes convocações pela seleção boliviana. Esse, aliás, é um dos problemas que ele reconhece enfrentar na disputa com Fred, Luís Fabiano e Love.

— Fica complicado, as convocações são constantes. Mas sonho com a artilharia, sim. Sempre tive a felicidade de ser goleador pelas equipes em que atuei — orgulha-se.

Foi assim pelo Cruzeiro. Em 2008, Moreno fez oito gols pela equipe mineira e terminou como goleador da Libertadores. Naquele mesmo ano, marcou nove vezes pelo Campeonato Mineiro. Na mesma temporada, disputou seu primeiro Brasileirão de Série A. Mas foram apenas seis partidas, antes de sair para o Shakhtar, onde admite ter enfrentado problemas de adaptação.O retorno aconteceu no final do ano passado, pouco depois da chegada de Kleber. Juntos, os dois atacantes exigiram um investimento de R$ 15 milhões.

O sonho de ser goleador corre paralelo com o desejo de terminar a temporada como campeão brasileiro. Marcelo Moreno percebe na equipe um crescimento que não era possível vislumbrar quando a competição começou.

— Agora, sim, estou vendo que estamos brigando lá em cima, com Fluminense e Atlético-MG. Mas será preciso manter a humildade e a personalidade — afirma.

O jogo deste domingo marca o reencontro com o Atlético-MG, rival da época de Cruzeiro. Também neste particular a história é satisfatória. Moreno já marcou quatro vezes contra o Atlético-MG e sabe que, mesmo à distância, contará com o apoio dos cruzeirenses. A boa relação não terminou quando ele deixou Belo Horizonte. Moreno foi aplaudido por torcedores do Cruzeiro quando o Grêmio atuou no Estádio Independência, no primeiro turno. Agradecido, não comemorou nenhum dos dois gols marcados naquele jogo.


VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.