Pode perder jogo decisivo

Convocado para a seleção sub-23, Wendell deixa decisão de ir ou não nas mãos do Grêmio

Lateral-esquerdo poderia perder o primeiro jogo das oitavas da Libertadores. Luan, Jean Deretti e Tinga também foram chamados

07/04/2014 | 13h51
Convocado para a seleção sub-23, Wendell deixa decisão de ir ou não nas mãos do Grêmio Augusto Turcato/Agência RBS
Wendell: " Deixo para a diretoria decidir, se ficar vou dar meu máximo aqui" Foto: Augusto Turcato / Agência RBS

Wendell divide a alegria entre ser chamado para a seleção brasileira pela primeira vez, mesmo que a sub-23, com o desejo de não abandonar o Grêmio em uma semana decisiva.

É porque ele, assim como Luan — que quebrou dois ossos da mão direita —, Jean Deretti e o lateral-direito Tinga, foi chamado pelo técnico Alexandre Gallo para um período de treinamentos, que vai de 14 a 18 de abril, em Mogi das Cruzes, com o grupo da Seleção que visa à disputa da Olimpíada, em 2016.

O problema é que, se Wendell for liberado para esses treinamentos, perderá o primeiro jogo das oitavas da Libertadores, que irá ocorrer nesta semana. Por isso, ele deixa a decisão para a diretoria do Grêmio.

— Estou preparado para a oportunidade, e espero dar o máximo no Grêmio. Deixo para a diretoria decidir. Se ficar, vou dar meu máximo aqui — afirmou.

Luan, lesionado, por óbvio, não irá. A diretoria gremista deve pedir para que tanto ele, Wendell, como Jean Deretti, sejam dispensados desta convocatória. Se isso ocorrer, o lateral-esquerdo garante que não ficará frustrado.

— Não. Não vou ficar. De acordo com o trabalho que venho fazendo no Grêmio, podem aparecer outras oportunidades. Se for para ir, vou ajudar a Seleção. Só espero que isso seja resolvido pela diretoria junto da CBF — completou.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.