Frustração na Arena

Grêmio perde nos pênaltis e está fora da Libertadores

Tricolor venceu o San Lorenzo por 1 a 0 no tempo normal, mas foi derrotado por 4 a 2 nas penalidades

Por: Luís Henrique Benfica
01/05/2014 - 00h08min | Atualizada em 01/05/2014 - 02h41min
Grêmio perde nos pênaltis e está fora da Libertadores Diego Vara/Agencia RBS
Foto: Diego Vara / Agencia RBS  

O maior público da Arena em partidas oficiais testemunhou, na noite desta quarta-feira, a dramática eliminação do Grêmio nas oitavas de final da Libertadores. Aflitos, mais de 47 mil torcedores viram o time cair nos pênaltis, após vitória por 1 a 0 no tempo normal, gol de Dudu. Nas penalidades, o San Lorenzo venceu por 4 a 2. Agora, restam o Brasileirão e a Copa do Brasil.

JOGO AO VIVO: relembre os lances de Grêmio x San Lorenzo

O Grêmio teve um início de partida inseguro. Em dois momentos, na pressa em partir para o ataque, Edinho errou passes na frente de sua área. Como o empate lhe favorecia, o San Lorenzo tratava de retardar o jogo. Seus jogadores atrasavam cada cobrança de lateral e demoravam em excesso para se erguer do gramado após cada falta.

A 10 minutos, a torcida ergueu- se pela primeira vez das cadeiras, convencida de que a vitória viria. Lançado por Dudu, Barcos encobriu o goleiro com um leve toque e a bola só não entrou porque Gentiletti salvou sobre a linha.



Difícil era penetrar nas linhas de marcadores determinados que o San Lorenzo havia postado em sua intermediária. Nesses instantes, a solução era trocar passes curtos, esperando por uma brecha. Ou pelo brilho individual de Luan, um tanto apático no jogo.

"Assumo a responsabilidade", diz Enderson após eliminação

Não surtia efeito nem mesmo a energia de Wendell e Dudu para partir a dribles contra os adversários. A produção certamente seria melhor se Zé Roberto não estivesse tão ausente do setor de definição dos lances. A verdade é que o Grêmio, somados todos estes fatores, não achava soluções e intranquilizava seus torcedores.

Cotação ZH: Dudu é o melhor em campo na eliminação do Grêmio

De um erro de Pará por pouco não resultou o pior. Desatento, o lateral foi desarmado quase no meio de campo e a jogada só não resultou em gol porque Zé Roberto, em sua melhor contribuição na partida, salvou o chute de Piatti. Eram 22 minutos e o Grêmio começava a viver uma situação de instabilidade. Aos 28, Piatti teve liberdade na frente da área, mas concluiu errado.

Faltava energia ao time de Enderson Moreira. A pressão aguardada desde o início da partida para intimidar o adversário não existiu. O máximo que o time produziu, antes do final do primeiro tempo, foi um bom lançamento de Luan para Barcos, desperdiçado pelo argentino com um chute sobre o goleiro Torrico.

Barcos: "Nos 90 minutos, tínhamos que ter ganhado"

O sonho da vaga renasceu aos 3 minutos do segundo tempo, quando Barcos concluiu a gol, mas a jogada foi invalidada por impedimento. Aos 8, Barcos chutou no corpo de Torrico após falha de Valdés. Enderson percebeu a improdutividade do time e apostou em Rodriguinho e Maxi Rodríguez. A pressão aumentou, sobretudo por causa de Rodriguinho. Aos 20, Geromel cabeceou na trave.

Aberto, o Grêmio escapou de sofrer o gol de Matos, em contra-ataque pela esquerda. Mas continuou atacando. Ainda que desorganizado, seguiu tendo chances. Até que, aos 38 minutos, veio o prêmio. Aberto pela direita, Rodriguinho cruzou forte, baixo, e Dudu, de cabeça, completou para a rede.

"Frustrante", resume Zé Roberto sobre eliminação

Nos pênaltis, a frustração de mais uma queda na temporada. Barcos e Maxi Rodriguez erraram suas cobranças, enquanto Riveros e Rodriguinho converteram. Ortigoza, Matos, Blandi e Buffarini não desperdiçaram suas chances. No final, 4 a 2.

LIBERTADORES — OITAVAS DE FINAL — JOGO DE VOLTA — 30/4/2014

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará (Lucas Coelho, 34'/2º), Werley, Geromel e Wendell; Edinho, Riveros, Zé Roberto (Rodriguinho 14'/2º), Luan (Maxi Rodríguez,19'/ 2º) e Dudu; Barcos

Técnico: Enderson Moreira

SAN LORENZO: Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Mas; Mercier, Villalba (Prósperi, 24'/2º), Ortigoza e Piatti; Correa (Elizari, 28'/2º, depois Blandi, aos 47' do 2º) e Matos.

Técnico: Edgardo Bauza

Gol: Dudu (G), a 38 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Zé Roberto, Edinho (G), Gentiletti, Buffarini (SL)

Arbitragem: Roberto Silvera, auxiliado por Carlos Pastorino e Nicolas Taran (trio uruguaio).

Renda: R$ 2.394.936,00

Público: 47.244 (44.042)

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre.

PRÓXIMO JOGO — BRASILEIRÃO

3/5/2014, SÁBADO, 18H30MIN

SANTOS X GRÊMIO

Notícias Relacionadas

Opinião 01/05/2014 | 00h57

Diogo Olivier: dor e reflexão na eliminação do Grêmio

Colunista de Zero Hora analisa a eliminação tricolor diante do San Lorenzo

Opinião 01/05/2014 | 00h40

David Coimbra: quem poderia fazer gols pelo Grêmio?

Colunista de Zero Hora analisa a eliminação tricolor diante do San Lorenzo

Opinião 01/05/2014 | 00h36

Wianey Carlet: a "mala suerte" do Grêmio

Colunista de Zero Hora analisa a eliminação tricolor diante do San Lorenzo

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.