Nas urnas

Eleição para Conselho Deliberativo do Grêmio será o primeiro ato da sucessão presidencial

Clube define 150 novos conselheiros em pleito que ocorre este sábado

Por: Luís Henrique Benfica
23/09/2016 - 09h03min | Atualizada em 23/09/2016 - 09h03min
Eleição para Conselho Deliberativo do Grêmio será o primeiro ato da sucessão presidencial Fernando Gomes/Agencia RBS
Última eleição para o Conselho Deliberativo do Grêmio foi em 2013 Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Marcada para este sábado, na Arena, a eleição que irá renovar metade do Conselho Deliberativo do Grêmio será o primeiro ato da sucessão presidencial, em outubro. Três chapas que agora disputam em faixa própria, já se comprometeram a concorrer unidas contra o atual mandatário, Romildo Bolzan.

Concorrem à renovação do Conselho as chapas O Grêmio que eu quero (1), Grêmio forte e campeão (2), Mais Grêmio (3) e Juntos somos Grêmio (4). Cada uma delas irá disputar as 150 vagas para conselheiros efetivos e 30 para suplentes. Uma alteração estatutária determinou que o máximo de candidatos que uma chapa pode eleger é 70%.

Leia mais
Após promessa, Luan e Walace não receberam aumento salarial do Grêmio
Gesto obsceno de Henrique Almeida será denunciado por procuradoria do STJD
Guilherme elogia Portaluppi e afirma: "Atacante espelho para mim"


Pelo número de grupos políticos que as apoiam, as chapas 3 e 4 surgem com maior possibilidade de preencher as vagas abertas. A 3, de oposição, é apoiada por Grêmio Independente, Nação Tricolor, Sócios Livres, Grêmio Novo e Grêmio Vencedor. A 4, de situação, tem o respaldo da atual direção e agrega os movimentos Grêmio Democrático, Imortal, Menino Deus, Multicampeão, Sem Fronteiras, Sempre, Unido e Vem pro Grêmio.

Primeira eleição para o Conselho que ocorreu na Arena foi em 2013 Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Depois de sábado, as chapas passarão a concentrar esforços na sucessão presidencial. O primeiro turno, com voto dos conselheiros, será dia 25 de outubro. Caso mais de uma chapa alcance a cláusula de barreira de 20%, ocorrerá dia 12 de novembro segundo turno, em que decidem os associados.

Confirmado a promessa dos grupos de oposição, Dênis Abrahão poderá ser escolhido o candidato para concorrer contra Romildo Bolzan Júnior. Outros nomes cogitados, como Homero Bellini Júnior, Renato Moreira e Antônio Vicente Martins, não teriam demonstrado interesse em participar da eleição.

Veja o serviço da eleição do Grêmio:

_ A votação será entre 10h e 17h
_ Formas de voto: presencial e online (habilitação encerrada)
_ 38 mil sócios estão aptos a votar
_ a previsão de votos é de 12 mil
_ 7 mil sócios votarão pela internet
_ Espera-se o voto presencial de cinco mil associados
_ A votação ocorrerá em 30 urnas espalhadas no saguão do portão a da Arena
_ A previsão é de que o resultado seja anunciado entre 19h e 20h
_ Votam sócios maiores de 16 anos até o dia das eleições, que pertençam ao Quadro Social há mais de dois anos ininterruptos e cujo pagamento esteja em dia até 31/7/2016

Leia outras notícias sobre o Grêmio

Acompanhe o Grêmio no Gremista ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.