Tudo igual

Grêmio sai na frente, mas fica no empate em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro

Pensando na Copa do Brasil, Tricolor foi com time reserva para jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão

Por: Luís Henrique Benfica
16/10/2016 - 21h25min | Atualizada em 16/10/2016 - 21h25min
Grêmio sai na frente, mas fica no empate em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro Ricardo Moreira/Fotoarena,Lancepress
Foto: Ricardo Moreira / Fotoarena,Lancepress

De olho na Copa do Brasil, Renato Portaluppi lançou os meninos no alçapão da Vila Belmiro na noite deste domingo. Com um time formado por reservas, o Grêmio foi pressionado boa parte do tempo, mas seguoru o empate em 1 a 1. Os titulares foram preservados para a partida contra o Palmeiras, quarta-feira, em São Paulo. O time só precisa de um empate para avançar às semifinais da Copa do Brasil e seguir sonhando com um título.

Sem demonstrar temor, os guris do Grêmio até incomodaram no início. A cinco minutos, Everton partiu do próprio campo, mas demorou a chutar e permitiu a recuperação de David Braz. Era um bom cartão de apresentação. Melhor ainda foi a jogada ocorrida aos nove minutos. Kaio, repetindo uma movimentação que Ramiro costuma fazer, iniciou a jogada pela direita e deu a Everton. No bico da área, desmarcado, o atacante dominou a bola, girou e acertou um chute rasteiro, fora do alcance de Vanderlei.

Ficava claro que se tratava de uma situação de exceção. Jovens e desentrosados, os meninos do Grêmio passaram a sentir a pressão de enfrentar um adversário disposto a avançar às primeiras posições da tabela. O gol de empate não demorou a sair. A 20 minutos, em escanteio da esquerda, Fred foi encoberto e permitiu que o argentino Fabián Noguera empatasse de cabeça.

O jogo tornou-se desigual. Iago passou a ser envolvido com facilidade por Vitor Ferraz e Lucas Lima. Na frente da área, Jaílson e Guilherme Amorim sofriam com a velocidade de Copete. Para aliviar a pressão, o goleiro Bruno Grassi tratava de retardar as reposições, o que lhe valeria um cartão amarelo no segundo tempo. Com Lincoln desligado, o Grêmio não tinha articulação. Guilherme e Everton apenas corriam de um lado a outro, a espera de um bom passe que insistia em não vir.

O Santos acumulava chances para marcar. A 21 minutos, Bruno Grassi fez boa defesa em chute de Vitor Ferraz. Aos 28, Rafael Thyere salvou em conclusão de de Vitor Ferraz , com Grassi já batido. Aos 31, Ricardo Oliveira girou dentro da área, mas errou o chute. Só ao final do primeiro tempo houve um esboço de reação. Iago conseguiu avançar e exigiu defesa difícil de Vanderlei com um chute de fora da área.

Mais eficaz na marcação, exercida ainda no campo do Santos, o Grêmio conseguiu diminuir a pressão. Foi um período em que o jogo tornou-se morno e desinteressante, como se nenhuma das duas equipes pensasse em vencê-lo. Mas não durou muito. Lucas Lima aparou cruzamento de Copete e quase marcou, aos 18 minutos. Pouco depois, Kannemann, que havia entrado no lugar de Fred, lesionado, afastou para trás e Copete chutou por cima, dentro da área. A essa altura, Renato já havia trocado Guilherme por Bolaños. Minutos mais tarde, chamou Maicon para reforçar a marcação. Mas o Santos já tinha Vitor Bueno, que forçou Bruno Grassi a nova defesa difícil a 35 minutos. Mas foi o Grêmio quem desperdiçou a chance mais clara da vitória. Em passe de Bolaños, Everton avançou área adentro e concluiu errado duas vezes, tendo somente o goleiro pela frente.

BRASILEIRÃO — 31ª RODADA — 16/10/2016

SANTOS
Vanderlei; Vitor Ferraz, Fabián Noguera, David Braz (Yuri, 39'/2º) e Zeca; Renato e Thiago Maia (Paulinho, 19'/2º); Jean Mota (Vitor Bueno, 33'/2º), Lucas Lima e Copete; Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Jr.

GRÊMIO
Bruno Grassi; Wallace Oliveira, Fred (Kannemann, 14'/2º), Thyere e Iago; Jaílson e Guilherme Amorim; Kaio (Maicon, 31'/2º), Lincoln e Guilherme (Bolaños, 19'/2º); Everton.
Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Everton (G), a nove e Fabián Noguera (S), a 20 do primeiro tempo
Cartões amarelos: Lincoln, Guilherme Amorim, Bruno Grassi, Kanneman, Maicon e Thyere (G), Lucas Lima (S)
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Oberto Santos da Silva e Tomaz Diniz de Araújo (trio paraibano) Renda: R$ 230.510,00 / Público: 7.969
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP

PRÓXIMO JOGO — COPA DO BRASIL
19/10/2016, 4ª FEIRA, 21H45MIN
PALMEIRAS X GRÊMIO

Acompanhe o Grêmio através do Gremista ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.